Resenha "Métrica"


Classificação

Informações do livro
Título: Métrica
Autor/a: Colleen Hoover
Editora: Galera
Gênero: Literatura Internacional/Romance New adult
ISBN:  9788501401861
Páginas: 304
Livro meta de leitura.


Oi amigos tudo bem, que surpresa ler um livro que supera todas as suas expectativas não é. E claro temos como Diva a autora Colleen Hoover, eu ganhei este livro de aniversário em 2013 do meu marido que escolheu para mim, mas li somente agora, que tolice... O livro é muito bom.


Layken é uma menina aparentemente forte, que junto com sua mãe e seu irmão caçula precisam superar a morte prematura do pai à 6 meses e mudar totalmente suas vidas. A mudança se faz necessária da cidade onde ela viveu a vida toda no Texas, ela não tinha melhores amigas, mas as boas lembranças eram o suficiente para deixá-la deprimida.

Ao chegar em sua nova casa em Michigan e se instalar na nova residência, ela está tentando se distrair brincando com seu irmão Kel e seu novo amigo que instantaneamente fez assim que chegou, e assim Lake e Will se encontram pela primeira vez.

"Eu me sinto um pouco ridícula com ele me amparando- sou capaz de andar sozinha. Mas não reclamo, e sinto que estou traindo todo o movimento feminista. Virei uma donzela em apuros."

Um encontro dos mais inusitados, mas que selou a linda história de Métrica.
Will é apaixonante e tenta de todas as formas criar seu irmão Coulder que é outro fofo da história.

Mas Lake ainda está para sentir um dos piores sentimentos em sua vida, a perda...

Ela terá seus momentos de pura insanidade e terá Will para tirá-la desse torpor. Um romance inocente e poético que deixa a gente completamente presa na leitura do início ao fim, me arrependo por ter demorado para ler essa história que Colleen Hoover criou.


Will recita poemas Slam, eu já tinha visto isso em alguns filmes ( O amor acontece com Jennifer Arniston tem uma parte que menciona) e achei muito lindo e romântico, Poemas Slam são criados e recitados pelos mais profundos sentimentos de uma pessoa para um público em um determinado lugar e julgado pelos presentes.

Mesmo todo drama e tragédia Colleen consegue deixar o livro totalmente irresistível, tanto na narrativa em primeira pessoa que adoro ler, mas também pelos lindos poemas que lemos no decorrer do livro.

O que pode deixar algumas pessoas contrariadas é o comportamento impulsivo de Lake diante dos acontecimentos no livro, que para mim são justificáveis diante do que ela terá que passar, e com toda a certeza fará amadurecer.

Will não à nada que o desabone, a não ser pelo fato dele ser fictício, pois ele é simplesmente perfeito na história do livro, forte e independente cuida do seu irmão com unhas e dentes, nem que para isso tenha que abrir mão dos seus maiores sonhos.

O livro fala de amores, tantos os pais de Lake e também de Will, mostram o quanto eles eram presentes e queridos em suas vidas, e mostra o quanto a criação foi determinante para o bom caráter de ambos os personagens, isso me deixou encantada. Parece uma história real...

" Mas só de olhar para você, sei... Que não dá para forçar as coisas.
Nossas chances são tão pequenas... Você sabe que a maioria dos amores de juventude termina assim." The Avett Brothers - I would de sad.


Melhor leitura drama romântico de 2014, com continuação com nome de Pausa e Essa Garota, que preciso ler em breve. A diagramação da Record está impecável, a capa é maravilhosa e simples ao mesmo tempo, virou meu livro xodó.





Tag "Meu namorado fictício"




Oi gente tudo bem, passeando nos blogs eu vi esta tag e achei bem legal e simples de fazer para uma pessoa sem tempo como ler, podem rir (risos). Eu vi no blog da Silviane do Cantar em verso, mas ela foi criada pelo canal RaykayBooks.

Os escolhidos do ano são

1-O namorado mais romântico
Carter namorado de Mac no livro Álbum de casamento, uma junção de gato nerd com cavalheiro romantico.


2-O badboy misterioso que no fundo é bonzinho
Landon Lucas de Easy passa a imagem de badboy, mas tem um lado obscuro de sua vida que o faz agir assim, mas conhecendo ele é amor a primeira vista.


3-O namorado sobrenatural
Daniel Gregori da saga Fallen é um anjo de rapaz, literalmente falando.


4-O namorado que você quer domar
Daniel de Louca por você precisa de uma menina de pulso firme.


5-O cara na friendzone
Com certeza o Sutter um cara maluco como esse só no friendzone.


6-Sua alma-gêmea
Travis fomos feitos um para o outro.


7-O namorado com quem você fugiria
Branden mega estiloso, com você eu vou!!!


8-O namorado que você arriscaria ir para qualquer lugar
Wiil de métrica me arriscaria fácil.


9-O namorado que você gostaria que estivesse em uma ilha deserta com você
Colton traz seu violão e vamos fazer um luau na ilha deserta kkkk.


10-O namorado fodão
Bradon homem de atitude assume Spencer em todos os aspectos! Mas Spencer sinto lhe dizer que você está fora. Kkkkk.



Bjkas a todos! 
Recado: Amigos estou sem computador, está postagem foi feita no ipad, se tiver algum erro já sabem! As visitas aos blogs logo serão atualizadas!


"Top 5 Personagens Secundários"


Oi gentem tudo bem! O top de hoje é bem legal, vamos conhecer os melhores e piores parentes, já pensou se fosse na vida real que discórdia kkkkkkk
Nesse top terá dica de livros e também filmes que falo na coluna cine em família os escolhidos de hoje serão os personagens fictícios de cada adaptação cinematográfica e literária.

Here I Go!!!


Semana 2 - Top Personagens Secundários


Os 5 melhores parentes de protagonistas




5-Pais da Mia - Se eu ficar - Gayle Forman
Descolados e descontraídos totalmente diferente de Mia Hall uma menina fechada que tem como a música clássica seu refúgio.



4-Mãe da Lake - Métrica - Colleen Hoover
Nossa ler esse livro foi uma surpresa das grandes, ele me emocionou muito, leiam para entender do porque representei a Lake e sua mãe com essas personagens.




3- Os Wesley - Harry Potter - JK Rowling
Esse ano reli HP depois de tanto tempo, como é gostoso relembrar essa história que encantou tanta gente, Os Wesley é a parentada perfeita



2-Pais da Hazel - A culpa é das estrelas - John Green
Mesmo com toda agonia da doença de Hazel, eles se mantém forte para ajudá-la a conviver e levar uma vida normal.



1-Mãe da Tris - Divergente - Veronica Roth
Por fora uma pessoa simples, mas por dentro uma mãe capaz de tudo, adorei a atriz da adaptação.





 Os 5 piores parentes de protagonistas



5- Pai de Abby Belo Desastre - Jamie McGuire
Cara safado e jogador ainda por cima, culpa Abby pela sua maré de azar e ainda a coloca em perigo por conta de uma dívida. Quando imagino o pai todo ferrado dela, imagino esse personagem kkkkk




4- Pai do Woods - Estranha Perfeição - Abbi Glines
O pai de Woods foi baixo quando resolveu separar o casal, ele resolver assustar Della mandando prende-la para afasta-la e assim seguir com seus planos.





3- Linda mãe da Mac - Álbum de casamento - Nora Roberts
A mãe da Mac entra mais uma vez no hall do top 5, parente como essa nem precisa de inimigo.




2- Pai do Four - Divergente - Veronica Roth
Dominador e prepotente fez com que Four se afastasse e criasse uma barreira entre eles, tadinho do four! Preciso tomar vergonha e resenhar esse livro kkkkk



1- Os Dursley -Tios do Harry Potter - JK Rowling
Com uns tios como esse eu ficaria em Hogworts o resto da minha vida, que família perturbada kkkkk



Top 5 "Personagens secundários Os melhores e os Chatos"


Oi amigos, como a semana passa rápido né! E ai estão curtindo os top 5?
Lembrando que as escolhas dos personagens foram de livros que li em 2014 e final 2013 pois não havia feito retro nessa época e quero compartilhar com vocês mais personagens! Recebi algumas dicas, mas são de livros que ainda não li, então fica complicado né, mas obrigada pela dica!
Referente aos personagens inspirados, as fotos foram escolhidas a partir da minha imaginação e somente para ilustrar!

Bom hoje vamos conhecer os 5 melhores coadjuvantes e os 5 coadjuvantes mais chatos de 2014, preparados.... Here I Go!!!!



Semana 2 - Top 5 Personagens secundários


 Os 5 melhores coadjuvantes 





5- George - Louca por você - A.C  Meyer
George é o amigo Gay de Julie e que toda mulher precisa ter, bom conselheiro, entende de moda como ninguém roubou a cena no livro Louca por você.



4-Arthur - O outro lado da memória - Beatriz Cortes
Super fofo e protetor Arthur se mostra muito persistente e paciente para conquistar o amor de Luiza.



3- Lucia - Um Cântico de Silêncio - Samuel Cardeal
Logo que Samuel descreve toda inocência e inteligencia de Lúcia me apaixonei por ela!



2-Will - Métrica - Colleen Hoover
Para tudo!!! Que professor fofo, cuida do irmão e ainda recita poemas slam, Will é o sonho de toda mulher.



1-Carter - Álbum de casamento Quarteto de Noivas - Nora Roberts
Acho fofo homem desastrado gente, sério... (risos quando penso no meu maridinho), super nerd, fofo, sensível Carter merece o primeiro lugar, com a desculpa para mostrar o fofo do Bradley Cooper.




 Os 5 coadjuvantes mais chatos





5- Lucas - Gosto de você ainda assim - Francesco Gungui
Poxa Lucas nesse livro ficou mega chato, além de fazer coisas sem pensar querendo ser independente sem pensar nas consequências, magoando Alice em vários momentos.



4-Hillari - Uma garota chamada Estrela - Jerry Spinelli
A para tudo que menina chata!!!! Ela consegue colocar todo mundo contra Estrela, por que seu jeito é diferente dos outros e isso a incomoda! Vai se tratar Hillary e deixa Estrela em paz.




3- Marco Diniz - A escalada de Eva - A face revelada - Elaine Elesbão
Cara lindo porém meloso e brega esse é o Marco Diniz, tem um gosto musical bem duvidoso e no livro é um chato até na cama, é isso ai meninas, fujam dos Marcos da vida kkkkk




2- Arthur - Cores de Outono Keila Gon
Pensa em um cara lindo mas mimizento! Lendo Cores de Outono eu adorei o Vincent mesmo ele sendo ranzinza, mas Arthur supera quando assunto é ser chato, chorão e reclamão e ainda por cima intrometido.



1- Nanete - Nan irmã do Rush - Trilogia Amo sem limites - Abbis Glines
Gente que irmã insana mais chata do planeta!!!! Ao ponto de fazer do Rush uma múmia, fazendo suas vontades! Queridaaaaa o mundo não gira ao seu redor viu!!! Você faria par perfeito com o Arthur ou o Marco kkkkkk




Até a próxima!



Resenha "Templo Perdido"


Classificação

Título: Templo perdido
Autora: Tom Harper
Editora: Record
Gênero: Literatura Internacional/Aventura
ISBN: 9788501087485
Páginas:364
Livro enviado pela editora em parceria com o blog LJI

Oi amigos tudo bem, a resenha de hoje é do gênero Indiana Jones, cheio de mistério e aventura, Tom Harper é bem detalhista nos detalhes e deixa a história bem ambientada.

Sam o personagem principal desse livro, é astuto e esperto, ex soldado das Forças Especiais, e depois de tempos afastado ele encontra Pemberton um arqueólogo que foi ferido em uma invasão em Creta, e antes de morrer ele confia a ele o que há de mais precioso, são transcrições de uma escrita misteriosa.

"Ou eles perderam o interesse ou perceberam o plano. No extremo oposto do terraço, não tão longe agora, ainda podia ouvir os frenéticos sons da luta"

Mais uma vez leio um enredo onde a espionagem e as famosas siglas CIA e  KGB são citadas constantemente no livro deixando a história tensa, pois ambas tem interesse nessas transcrições e farão de tudo para tomar posse.

Seis anos depois Grant  vai a procura da pessoa que confiou o caderno, Marina, a quem ainda estava desconfiada pela morte do seu irmão, e culpava Grant pelo ocorrido, ela quando mais nova havia trabalhado com Pemberton e assim ela vira uma aliada para desvendar os mistérios que continha o caderno.

"Grant deixou Marina e o professor com seus livros e saiu, a fim de fumar um cigarro. Figuras incômodas lhe enchiam a mente: rochedos ameaçadores, poços de sangue, fantasmas como aparições em forma de nuvem e aves comedoras de carniça berrando das rochas."

Narrativa em terceira pessoa é bem descritiva, com personagens fortes e marcantes, até mesmo Pemberton que morre logo no inicio do livro é a peça chave no decorrer do livro. Esse estilo de leitura fascina os amantes de aventura, e curiosidade de descobrir enigmas, e saber na história em quem realmente confiar, lutas e disputas entre os grandões superiores da Guerra Fria.

Bem não foi uma leitura rápida, a complexidade do autor e os personagens inseridos requerem atenção, é estilo Indiana Jones que assistia quando era pequena! Enigmas escondidos em poemas de Homero, que aconteceram a milênios e civilizações perdidas, surgi a questão se realmente existiu vai apimentar esse livro.