Press Play "Hoje é Sexta-feia"



Olá amigos tudo bem, hoje é sexta-feira então vamos aproveitar! Algumas pessoas aproveitam para fazer Happy Hour e encontrar com os amigos, sair a dois... e outras pessoas ficam em casa com a família, com o love, ou simplesmente quetinha Lendooooooo... ooohhhh coisa boa né?!

E outras pessoas escutam música para se distrair, portanto vou deixar aqui algumas músicas que atualizei no meu ipod e venho escutando à alguns dias, quem tiver boas sugestões é só comentar e no próximo Press Play será falado sobre e o link do seu blog para outras pessoas conhecerem!


Here i go!!!!



Ouvindo no carro voltando para casa...



Parada na balada (Ps. eu adoro músicas assim)



Curtindo a dois 



Descontraindo com os filhos, afilhados, primos, e afins



Para chamar o soninho...



Trilha sonora de um filme



Opa ouvindo no metro...



Bom galera espero que tenham gostado, caso não.... sem problemas cada um tem um gosto musical bem variado né, e não se esqueçam de deixar a sugestão para aparecer no próximo Press Play!
Bjkas


Ps.Os três primeiros que comentarem neste post, vai ganhar dois marcador do blog, mande um e-mail com assunto "Quem comenta, ganha marcador no LJI" com seus dados endereço! Se voce já participou, fica para uma próxima tá! 

Resenha "Um mundo de ilusões"


Informações do livro
Título: Um mundo de Ilusões
Autor/a: Sarah Kilimanjaro
Editora: Petit
Gênero: Literatura Nacional/Espirita
ISBN: 9788572532587
Páginas: 400
Site Petit
Livro enviado para resenha em parceria editora.

Olá amigos, sou Sônia Nabono mãe da Dani e sou resenhista dos livros de parceria editora Petit, espero que gostem!

Eu li o livro duas vezes lerei novamente, porque a história me tocou profundamente.
Me fez pensar em minhas atitudes atuais, e as consequências das atitudes pretéritas.
Somos fruto dos nossos pensamentos conscientes ou inconscientes.

Quando recebi o livro de mais ou menos de 400 páginas, temia com sinceridade a dificuldade em lê-lo, mas quando iniciei a leitura não consegui mais parar de ler, é cativante, empolgante, porque me senti parte da história, parecia que estava nos locais destes acontecimentos.
(fenômenos!!?)


Começo pela capa do livro, que mostra muito bem este belo país a Rússia, porém muito temida.
 O centro da história fala de amores impossíveis, porque as jovens da época só podiam se casar com jovens escolhidos pelos pais, muito comum em outros países da época, mas com consequências catastróficas, sem amor, sem afinidades, muitos desatinos, com filhos esquecidos e bastardos, como a história do principal personagem Sasha Dimitri, fruto de um amor impossível.


Amou profundamente Natasha, que por sua vez o rejeitava. Por quê? assuntos mau resolvidos do passado?
O clima da Rússia, que passa do calor extremo ao frio intenso com muita facilidade, despertava no seu povo, muita sensibilidade psíquica e espiritual, que seria diferente na família de Sasha Dimitri, todos com a mediunidade exacerbada, a flor da pele, tempos com efeitos físicos explícitos, intuição, clarividência, clariaudiência.

Os personagens Sasha Dimitri, Tia Wolga, Natasha e mamãe Olga, com grandes capacidades mediúnicas, destaco Sasha e Tia Wolga pela potencialidade dos fenômenos físicos.
Uma informação me deixou perplexa é que ao mesmo tempo em os fenômenos ocorriam na bela Rússia, A França também era palco desses fenômenos, mais precisamente na bela Paris.
Recordei-me do livro dos espíritos de Allan Kardec, que as respostas vieram de vários locais onde ocorriam os fenômenos.


Trecho explicativo na página 34

Na época em que ocorrem a presente história, a Europa foi tomada por uma onda de manifestações espirituais e de efeitos físicos nunca antes observados. A Rússia foi palco de milhares de fenômenos.
Na França ocorreram as mesas girantes que foram ponto de partida para que Allan Kardec iniciasse seu trabalho de codificação da Doutrina Espírita.

Bem livro recomendadíssimo, pela qualidade da capa, remetendo ao passado... da Rússia e sua política, linguagem simples, narrativa empolgante, nos envolve profundamente.
Parabéns a Sra. Sara, pela qualidade da psicografia, e de sua mediunidade completa, nos proporcionou momentos fascinantes, mas também de intensa analise do que somos e pensamos.

Postado por Sônia Nabono