Resenha "Chão de Fábrica"






Classificação

Informações do livro
Título: Chão de Fábrica
Autores: Paulo Garfunkel e Libero Malavoglia
Editora: Bússola
Gênero: Literatura Nacional/ Desenho, Artes
Livros enviado para resenha em parceria Ed.Bússola

Em meio à festa de confraternização de uma indústria gráfica, um jogo de sedução embalado pelo clima de festividade e pelo álcool é o ponto de partida para uma intrincada trama em torno do desaparecimento de uma bela funcionária.
Desvendar o desaparecimento da moça fica a cargo dos investigadores Mosca e Pudim, que se deparam com inquietantes e inusitadas descobertas. Mais uma intrigante história em quadrinhos da dupla Paulo Garfunkel e Libero Malavoglia – criadores do já consagrado personagem Vira-Lata que, nesta obra, abrem o segmento de histórias em quadrinhos no catálogo da editora Bússola.
Apresentada por Dráuzio Varella no texto Uso e Abuso do Álcool (abaixo), Chão de Fábrica configura-se numa história em quadrinhos que trata dos perigos do uso e abuso do álcool, fazendo com que a obra seja direcionada ao público jovem e adulto.

Se o mundo fosse mais consciente sobre o efeito do álcool e o que ele representa na vidas de todos, evitaríamos a causa de muitos acidentes, e nesse livro ilustrado em quadrinhos temos um exemplo desse cotidiano do abuso do álcool  que se tornou normal, vai em uma festa, enche a cara de bebida, vai embora, comete uma infração, em muitos casos tirando a vida de uma pessoa que não tem nada haver e muitos jovens estão se embrenhando nesse caminho que muitas vezes não tem mais volta.

Neste livro que foi lançado recentemente pela editora Bússola, conta a história de uma comemoração em uma fábrica, e acaba se tornando um caso de um desaparecimento de uma mulher.

A empresa promove um churrasco onde todos os funcionários estão com muitas bebidas a disposição, e o que parece uma simples confraternização se torna um caso de desaparecimento de uma das funcionárias.

Os policiais Pudim e Mosca (apelidos) são recrutados pelo delegado Peixoto para desvendar o sumiço de Maria Clara de 28 anos, primeiramente eles interrogam o pai aposentado que também é funcionário da fábrica afim de descobrir algo do seu desaparecimento.

Ao longo da jornada dos policias nos deparamos com personagens em que todos eles tem algum envolvimento com a bebida, o próprio Mosca é um deles. A história vai se interligando com um final simples mas muito interessante.

Ao ler esse livro gostei muito da capa que sugere a paisagem das grandes cidades, os desenhos despojados e seus personagens muito bem construídos, os parceiros polícias em algumas partes são engraçados, muito bem editado a editora mais uma vez arrasa nas publicações.

Em apenas 98 páginas ilustradas temos uma história simples mas com uma mensagem a se pensar, e ao final do livro temos uma os dizeres "Uso e abuso do álcool"de Drauzio Varella.
Recomendo!!!






11 comentários

  1. Ainda não conhecia essa HQ, mas como você gostou tanto, deve ser boa mesmo, hein, parceira? Fiquei bem curiosa.

    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa HQ, eu amo quadrinhos e esse me interessou bastante depois da sua resenha.

    Bjs

    http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie amiga querida, tudo bem?
    Estava lendo a resenha desse livro e achei bem legal, mas eu não tenho costume de ler HQ.
    Só fazia isso quando eu era menor (risos)
    Mas percebi que ele aborda um assunto muito importante para sociedade mesmo. De uma forma divertida também.
    Nossa, muito interessante isso.
    Se não tem como chamar atenção das pessoas por livros, por HQ então é melhor ainda !! Curti amiga
    Tá de parabens viu ?!
    bjokas



    Ahhh...Mais tarde tem resenha em meu blog tbm
    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Dani, também gostei muito da revista e da abordagem. O assunto do alcoolismo foi tratado de forma leve, sem imposições, no meio de uma trama envolvente. Também já falei sobre ela no blog.

    Bjs, Isabela.

    ResponderExcluir
  5. Oi Dani!
    É um livro e tanto.. mesmo eu não gostando tanto de quadrinhos, foi uma ótima experiência.

    Fiz resenha dele no blog também.
    Caso queira ver:
    http://ocantinholiterario.blogspot.com.br/2013/08/chao-de-fabrica-resenhando-18.html

    Beijos,
    Marcela.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse HQ, na verdade não conheço muito sobre esse gênero, nunca li, por mais que tenho curiosidade.
    Beijos


    amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Danielle,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog, achei interessante e vou adicionar a minha lista....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Quero tanto ler esse livro Dani!

    Muito legal essa mensagem que ele está passando aos leitores. Adoro o Drauzio.

    Beijos

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dani,

    tudo bem?

    Uma vez eu li que a droga mais consumida era o álcool, daí a importãncia de conscientização dos jovens para esse assunto. Legal você abrir espaço para esse tipo de discussão.

    beijos.

    Cila- Leitora Voraz

    cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. ei Dani, adorei a resenha. Confesso que quando vi a capa e título do livro no site da editora não me interessei, não sei porque fiz uma ideia completamente diferente do livro, rs. pensei que fosse algo histórico, focado no trabalho das fábricas, vai entender, rs

    bjus

    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Gostei do nome dos investigadores haha. Eu gosto de HQ e essa parece ótima, amei sua resenha!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥