Coisas que eu amo "Pequeno Príncipe"


Oi amigos tudo bem, na coluna Coisas que amo vou falar do meu livro favorito da minha infância "O Pequeno Príncipe, hoje é uma data especial pois ele completa 70 anos que foi publicado!



Minha mãe me presenteou com esse livro eu tinha 5 anos e só não tenho ele hoje pois ele ficou bem avariado com o passar dos anos, mas recentemente eu e meu marido compramos para Isabella nossa filha, por que é um livro que toda criança deve ler!



O livro O Pequeno Principe como é falado no Brasil foi traduzido em mais de 200 linguás, ficando atrás somente da Bíblia Sagrada, e vendeu mais de 143 milhões de cópias pelo mundo.

Esta obra foi escrita Antoine de Saint-Exupéry nascido em 29/06/1900 em Lyon na França e morreu aos 44 anos 31/07/1944.

Obras


As suas obras são caracterizadas por alguns elementos como a aviação e a guerra. Também escreveu artigos para várias revistas e jornais da França e outros países, sobre muitos assuntos, como a guerra civil espanhola e a ocupação alemã da França.
Destaca-se Le Petit Prince (O Pequeno Príncipe, no Brasil ou O Principezinho, em Portugal) de 1943, livro de grande sucesso de Saint-Exupéry.
Le Petit Prince pode parecer simples, porém apresenta personagens plenos de simbolismos: o rei, o contador, o geógrafo, a raposa, a rosa, o adulto solitário e a serpente, entre outros. O personagem principal vivia sozinho num planeta do tamanho de uma casa que tinha três vulcões, dois ativos e um extinto. Tinha também uma flor, uma formosa flor de grande beleza e igual orgulho. Foi o orgulho da rosa que arruinou a tranquilidade do mundo do pequeno príncipe e o levou a começar uma viagem que o trouxe finalmente à Terra, onde encontrou diversos personagens a partir dos quais conseguiu repensar o que é realmente importante na vida.
O romance mostra uma profunda mudança de valores, e sugere ao leitor quão equivocados podem ser os nossos julgamentos, e como eles podem nos levar à solidão. O livro nos leva à reflexão sobre a maneira de nos tornarmos adultos, entregues às preocupações diárias, e esquecidos da criança que fomos e somos.



 Aqueles que passam por nós não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós. 
— Antoine de Saint-Exupéry


 A perfeição não é alcançada quando não há mais nada a ser incluído, mas sim quando não há mais nada a ser retirado. 
— Antoine de Saint-Exupéry


 O essencial é invisível aos olhos. 
— Antoine de Saint-Exupéry

5 comentários

  1. Ana Caroline Almeida25 de fevereiro de 2014 14:51

    Eu morro de vontade de ler, mas até hoje não li este livro. Meu irmão comprou esses dias então que sabe eu não pego emprestado.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. EU AMO esse livro Dani *-*
    É tão sutil, simples e emotivo.
    Ainda não tenho uma edição física, infelizmente.
    Pretendo comprar logo! =)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Dani, tudo bom?

    Eu li esse livro em espanhol e tenho raiva dele. Não sei se foi por causa da língua, mas ele não me cativou tanto quanto cativou as outras pessoas. Quero reler porque acho que apenas eu não fui tocada pelas belas palavras do autor.

    Beijos!

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Danielle,

    Ai esta um livro que ainda não li mas tenho muita vontade....um clássico....belo post...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Andressa Menezes3 de abril de 2014 00:00

    Oi Dani


    Adorei essa coluna, vou pensar em algo para fazer no meu :)


    Até hoje nunca li esse livro e agora só aguçou minha vontade.


    Beijos


    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥