Resenha "A Ilha dos dissidentes"





Classificação

Título: "A ilha dos dissidentes"
Autor: Barbara Morais
Editora: Gutemberg
Gênero: Literatura Nacional/Distopia
ISBN: 9788582350751
Páginas: 304
Livro enviado pela editora para resenha em parceria com LJI.

A Ilhas dos Dissidentes é um livro de gênero distópico muito bem desenvolvido pela autora Barbara Morais.

Sybil Varuna é a personagem principal desse livro, onde ela narra como sua vida era complicado com apenas 16 anos, órfã de pai e mãe ela vivia em um orfanato na província de Kali onde a guerra era comum, vivendo com medo e privado de coisas básicas, era uma vida dura e triste.

Mas tudo muda quando ela é resgatada de um naufrágio do navio chamado Titanic III, onde todos os tripulantes que estavam lá morrem afogados ou congelados ao mar, e somente Sybil sobrevive a esse desastre, ao ser resgatada ela acorda no hospital com a consciência de que fizeram tudo que podiam para descobrir o motivo que somente ela havia sobrevivido.

"Entre triagens, exames e medicações, estou exausta e com frio. Só quero ir para algum lugar onde a luz não seja constante, para descansar. É pedir demais uma horinha de sono?"

Após se informada pelo Tenente Jessebel sobre suas condições especiais após ter sobrevivido ao acidente, ela descobre que é portadora de uma mutação, ele começa a questioná-la sobre essa condição sem se importar que ela estivesse ainda em choque por tudo que tinham acontecido, todas aquelas pessoas morrendo sem que ela pudesse ajudar.

Ela é transferida para uma unidade temporária, onde lá farão mais teste para saber sobre sua mutação e, ela ainda é obrigada a se manter em silêncio sobre a sua nova condição e falar o menos possível com os humanos normais.

Assim ela conhece sua nova família para onde é mandada, Dimitri, Tomaz e Rubi vão buscá-la na estação de trem, e apresentam a ela Pandora uma cidade grande no Pacífico Sul em uma região chamada Arkai, logo ela descobre que Tomas o mais novo de todos é filho de Rubi que se uni a Dimitri e moram juntos como irmãos, eles são super atenciosos com ela, deixando-à vontade para conhecer seu novo lar.

No seu primeiro dia de aula ela conhece Naoki, uma menina muito extrovertida e engraçada que vai apresentar como será o seu dia-a-dia, lá ela vê as matérias que irá estudar, ela estava acostumada desde pequena a ser preparada em ambientes hostis, para desarmar bombas, manusear armas para uma possível convocação para a guerra. Mas lá ela percebe também que suas novas habilidades serão testadas assim que ela pega a grade de aulas. Lá ela conhece seus novos amigos que mais tarde se unirão a ela para uma missão ultra secreta, Leon, Andrei, Ava todos eles também com habilidades distintas.

"Conforme me habituo às pessoas e à vida em Pandora, meus pesadelos se tornam menos frequentes. Em compensação, quando os tenho, são três vezes piores do que antes. Os desconhecidos que gritavam por ajuda, são substituídos pelas pessoas de Kali e as vozes me assombram por horas depois que acordo".

Nesse livro o plano de fundo é a mutação que ocorre com os humanos após uma guerra química, eles são obrigados a se esconder e são sempre vistos como aberrações, somente servindo para ir para guerra e ser usados como marionetes. Barbara constrói nesse livro uma história bem sólida e com muitos detalhes que prende a nossa atenção.

Cada personagem tem sua personalidade bem definida, e nesse primeiro livro da trilogia as apresentações são necessárias, Sibyl ainda tenta saber qual é o seu lugar nisso tudo e ao mesmo tempo descobre que sua nova vida também tem seus mistérios. Eu adorei como a narrativa se desenvolve e a diagramação da Gutemberg é excelente, o livro termina deixando a gente mega ansiosa pela continuação.

Agradecimentos a Editora.



12 comentários

  1. Eu abandonei esse livro D:
    Mas ainda quero ler todo D:


    Abraços
    David Andrade
    www.olimpicoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, visitei seu blog e achei ele muito lindo *-* Estou seguindo. Parabéns pelo trabalho!
    http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Então, tô doida para ler esse livro, principalmente que esse é o primeiro livro de distopia que eu vi brasileiro.
    Fico feliz que tenha gostado do livro!


    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi flor, verdade é primeiro livro nacional do gênero que leio muito bom!

    ResponderExcluir
  5. Aline Gonçalves2 de maio de 2014 16:00

    Oi Dani, tudo bom?
    Tenho bastante curiosidade para ler esse livro porque adoro distopias e gosto da proposta dessa história. Além disso, a Bárbara é daqui de Brasília também e quero prestigiá-la.

    Beijos!

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani!
    Adorei a resenha!
    Como disse no outro post, estou loucooo para ler o livro.
    Adoro a temática e adoro livros nacionais.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Dani,

    Gosto de distopias, preciso desse livro na minha estante *-*

    Bjss

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei muito da narrativa e a história vale a pena!
    bjkas

    ResponderExcluir
  9. Verdade Biel, esse livro é maneiro! bjkas

    ResponderExcluir
  10. Verdade né chefa, lembro que conhecemos ela na bienal do livro no rio!bjkas

    ResponderExcluir
  11. Obrigada Mariana, seja bem vinda! Bjkas

    ResponderExcluir
  12. Oi David leia é um livro muito bom e ainda mais nacional! bjkas

    ResponderExcluir

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥