Resenha "Uma carta de amor"




Classificação

Título: Um carta de amor
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Estrangeira/Romance
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Arqueiro

Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada
Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo
especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

Oi amigos tudo bem, a resenha de hoje é bem romântica, faz um tempo que não lia Nicholas Sparks e com o relançamento pela Editora Arqueiro solicitei para resenha e claro que recomendo a leitura, já vi a venda em várias livrarias.

Thereza leva uma vida normal, após três anos da sua separação a vida enfim parece ter entrado nos eixos, agora solteira ela tinha sua carreira como colunista no Boston Times, onde sua chefa e melhor amiga Deanna a conhecia melhor do que ninguém. Ela vivia exclusivamente para seu filho Kevin de 12 anos que felizmente mantinha um bom relacionamento com o pai, e que visitava regularmente nos dias que foram definidos após o divórcio.


O marido de Thereza foi infiel, deixando nela uma mágoa incapaz de superar, ela tentou sair com outros homens, mas eles queriam somente receber e nada dava em troca. Mas sua amiga era persistente e não deixava ela se entregar assim, e aproveitou para levá-la em uma viagem, mesmo sabendo que no fundo ela era contra, mas o destino tinha preparado algo para ela. 

Passeando pela praia ela fazia o que mais gostava, o cooper a fazia refletir e se livrar de qualquer pensamento, mas de repente ela avista um objeto que parecia uma pedra, mas ao se aproximar ela nota que uma garrafa, mas não uma garrafa qualquer, nela continha uma mensagem lindíssima escrita e assinada por Garret.

"Minha querida Catherine, sinto sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil por que o oceano tem cantado para mim, e a canção é a nossa vida juntos".

Mas quem seria essa pessoa que escreveu com tanto amor e sentimento, e jogar essa mensagem ao mar. Thereza mostra para sua amiga que logo tem a idéia de publicada na coluna do jornal, no começo ela tem muitas dúvidas em publicá-la, mas depois ela se da por vencida e cede ao pedido de sua chefa.

Ela jamais podia imaginar que aquela carta pudesse virar de cabeça para baixo sua vida no decorrer dos dias, ela não conseguia tirar Garret da sua mente, mesmo sem saber se ele era vivo, velho ou novo, ela tinha que descobrir quem era ele a todo custo. Deanna entra em ação e a encoraja a procurar mais informações sobre ele, durante a investigação ela descobre mais duas cartas que foram encontradas, e assim ela tem motivos de sobra para tentar achá-lo e quando perceber ela está na sua cidade de origem o procurando.

"Estou perdido sem você. Sou uma pessoa sem alma, um errante sem lar, um pássaro solitário voando para lugar nenhum. Sou todas essas coisas e não sou nada. Esta, minha querida, é a vida sem sua presença."



Quando se vêem pela primeira vez a atração é inevitável, mas Garret carregava consigo uma dor que á três anos o deixava completamente solitário, e as cartas eram destinadas para seu amor perdido Catherine, um modo que ele encontrou para canalizar sua saudade e sua dor, e Thereza teria que superar esse obstáculo se quisesse realmente ficar com ele.

Nesse livro de Nicholas Sparks nos deparamos com uma de suas histórias que nos fazem chorar assim que começamos a ler, pelo menos comigo foi assim. Os personagens dessa história Thereza e Garret apesar de maduros na idade, ainda eram imaturos no amor, e juntos teriam que descobrir como superá-los, eu me apeguei a esses personagens pelo modo de como eles sofreram no passado e como se descobrem depois de tanto tempo vivendo sozinhos. Thereza apesar de sua personalidade forte, muitas vezes foi indecisa, e Garret depois de tanto tempo de luto se tornou uma pessoa dependente, chegando ser pegajoso demais.


Nicholas tem uma narrativa simples e rápida as cenas são bem detalhadas, a leitura prende a atenção e desse modo a leitura flui rápido até demais. Mesmo sabendo que Nicholas tem uma fama de deixar muito gente chocada em seus livros, eu adoro ler e recomendo!



23 comentários

  1. Oi Dani!
    Sou suspeita para falar do Nicholas pois sou apaixonada por suas histórias!
    Sua resenha está incrível. Estou na página 150/60 e estou adorando.
    Beijos,
    Marcela.
    ocantinholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse livro parece ser super apaixonante e espero poder ler em breve. Nem que eu tenho que sair por ai pedindo emprestado kkk

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu recém li o livro também e chorei no final. Coisas de Nicholas né? Também estou fazendo a resenha do livro. Amei demais!

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros

    www.amigasemulheres.com

    E tem um sorteio rolando pelo blog, se quiser participar: https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/326217

    ResponderExcluir
  4. Oi, Dani!

    Só li um livro do Nicholas Spaks na vida: O Diário de uma Paixão, acho que Uma Carta de Amor acabou de entrar na lista para ser o segundo, hien?!

    Achei bem interessante o autor resgatar essa coisa de "um bilhete dentro de uma garrafa" e amarrar sua trama com isso. Tenho certeza, mais certeza depois de sua resenna, que o Sparks deve ter escrito uma romance emocionante e de forma magistral.

    Abraços.

    Rogério Queiroz - Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Realmente este vai para quem gosta de romance, que não é o meu caso rsrs, ainda não li nenhum livro do Nicholas Sparks, quem sabe um dia eu dou uma chance né :P

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz | Participe do Top Comentarista

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li um livro do Nicholas Sparks, mas já vi dois filmes... Achei um romance meio exagerado, pelo menos nos filmes que vi, por isso tenho um pouco de receio de ler os livros, tenho uns quatro dele na estante me aguardando, um dia começo um! =)

    CarinaPilar.com | Sobre a Vida

    ResponderExcluir
  7. Oi Dani!!! Parabéns pela resenha! Parece realmente um livro encantador e apaixonante, mas não tenho interesse em ler os livros do Sparks, já tive vontade, mas acabei nunca lendo e hoje não me interesso mais. Mas preciso ler algum para poder formar minha opinião né?!

    Um beijãoo!
    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
  8. kkkkk Ana, fazia um tempão que não lia tio Nicholas resolvi dar uma chance! bjkas

    ResponderExcluir
  9. Verdade Greice! Obrigada pela visita!bjkas

    ResponderExcluir
  10. AAhhhh Diego larga de ser ogro vai, vc está precisando ler um pouco o tio Nicholas kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Sim Carina ele é um pouco exagerado, mas a narrativa é tão boa que o livro se torna bom! ;)

    ResponderExcluir
  12. Oi Amandinha tudo bem, tbm assisti o Querido Jonh e achei bem ruinzinho, o que melhora é o ator kkkkkk bjkas

    ResponderExcluir
  13. Ana Paula C. Belarmino6 de abril de 2014 09:14

    Ainda não li nada do Nicholas Sparks, mas confesso que só o título e a capa dos livros me dão um embrulho no estômago hahaha... Acho que realmente não faz o meu tipo. Mas como acho um tanto feio falar mal de um autor sem ter lido ao menos um de seus livros, creio que seja válido tentar uma destas leituras... Qual o livro do Sparks que você mais gostou, Dani?

    Abraços,
    Challis
    http://www.acrobatadasletras.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi flor! Não sou muito de ler Nicholas Sparks, mas os dois lviros q já li dele me agradaram, suas histórias tem algo que consegue cativar, mas não é meu romancista preferido.
    Adorei sua resenha, até então não tinha me interessado por este, mas lendo sua resenha fui gostando do enredo da história, e uau.. o que uma carta encontrada em uma garrafa no mar pode fazer hein? E tbm a carga emocional q os personagens já trazem me deixaram bem curiosa.
    Se eu for outro livro do Sparks novamente, certamente escolherei esse!
    Parabens pela resenha.
    Bjs
    Daiane
    www.nouniversodaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Challis olha tbm não fã do Nicholas sabia, sei como vai terminar seus filhos, "de vez em quando" ler ele pra variar... eu gostei do Um homem de sorte ;)

    ResponderExcluir
  16. Oi Daiane que bom, eu tbm não sou dele naum, mas pra relembrar a leitura dele resolvi ler esse!É bom ;)

    ResponderExcluir
  17. oi Dani, tudo bem?
    Eu não sou fã de Nicholar Sparks, mas minha mãe já leu quase todos e ela está terminando de ler esse livro e ontem ela deu muito murro no livro.. rsrsrs Você deve imaginar o porque da revolta dela, não vou soltar aqui para não dar spoiller. rsrsrs

    ResponderExcluir
  18. Aline Gonçalves9 de abril de 2014 22:51

    Oi Dani, tudo bom?
    Eu gosto dos livros do tio Nicholas, mas leio eventualmente porque acho as narrativas parecidas. Acho tão romântico esse lance de cartas nas garrafas, mas fico com receio porque esse casal tem vários problemas emocionais envolvidos.

    Beijos!
    https://livrosyviagens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. É Nicholas? Pega o lenço que lá vem lágrimas. rsrsrs
    Eu só li um livro do autor Dani, e achei mais ou menos, que foi o A Última Música.
    Não tenho o costume de ler romance como você sabe, mas curti a resenha =)

    ResponderExcluir
  20. Ana Paula C. Belarmino15 de abril de 2014 22:32

    Ainda não li nada do Nicholas Sparks, mas confesso que só o título e a capa dos livros me dão um embrulho no estômago hahaha... Acho que realmente não faz o meu tipo. Mas como acho um tanto feio falar mal de um autor sem ter lido ao menos um de seus livros, creio que seja válido tentar uma destas leituras... Qual o livro do Sparks que você mais gostou, Dani?

    Abraços,
    Challis
    http://www.acrobatadasletras.com.br/

    ResponderExcluir
  21. kkkkkkkk Boa Ana, os romances dele é bem melosoooo bem tristeee, bom o que mais gostei foi esse e noites de tormenta!

    ResponderExcluir

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥