Resenha "Belle Époque"




Classificação

Título: "Belle Époque"
Autor: Elizabeth Ross
Editora: Verus
Gênero: Literatura estrangeira/ Romance
ISBN: 9788576863076
Páginas: 295
Livro enviado pela editora para resenha.

Oi amigos tudo bem, esse livro tem uma narrativa tão leve que as 294 páginas passaram rápido demais, apesar do sofrimento vivido pela personagem principal, o plano de fundo da história e ambientação da um toque especial aos romances de época, os diálogos tem a linguagem que condiz com a época e deixa o livro perfeito.


Moude Pichon tem um começo bem complicado e arriscado, ao fugir da província da Bretanha para se desvencilhar de um casamento arranjando pelo seu pai com um açougueiro repugnante, sua mãe já havia falecido, e seu pai era a única pessoa que podia contar, mas diante desse dilema com seu futuro ela resolve fugir para Paris.

Para sobreviver ela se depara com um anúncio bem diferente de emprego na agência Durandeau, a exigência específica para esse emprego até então era desconhecido por ela, mas para o dono da agência ela é considera perfeita para o cargo.

"-Perfeita, simplesmente perfeita - diz o homem robusto"


Viver em Paris era um desafio grande naquele tempo, ela precisava urgente de um emprego para poder ter um lugar para dormir e mal se alimentar, depois do episódio da agência que á deixou receosa, ela tenta a vida em uma lavanderia onde ela era constantemente hostilizada pelas mulheres que trabalhavam lá, um dia elas delegam um entrega de toalhas de mesa em um restaurante e Moude vê uma oportunidade de sair daquele local depressivo e sofrido.

Ao chegar em seu destino, ela se engana entrando pela porta de clientes, e ao ser quase escorraçada pelo garçom que manda ela entrar pela porta de empregados, alguns homens que se encontravam lá acabam pegando ela, totalmente desprevenida a cesta de toalhas limpas cai no chão e ao tentar sair do colo de um desses caras bêbedos, o vinho cai sobre as toalhas limpas levando ela ao desespero, o garçom vendo tudo da um jeito de aliviar a barra para ela na condição de mais uma entrega extra de toalhas. Ao voltar para a lavanderia pensando na explicação que teria que dar as mulheres ela é parada por Paul um dos homens que presenciou o ocorrido e se sentiu na obrigação de ressarci-la pelo acidente.

"Olho de relance para Paul. Longe dos seus contemporâneos, ele parece muito mais jovem. Não pode ter mais que vinte anos. Paul tem os cabelos castanhos e emaranhados, que escapam de debaixo do chapéu."

Após esse ocorrido Moude não vê outra saída e volta para agência, após ser insultada pelo dono da agência que aceita recebê-la de volta ela se da conta da sua nova condição, eles recrutavam mulheres para serem "Repousier" que nada mais nada menos significava que mulheres feias e sem graça serviam para destacar a beleza das damas da sociedade, um acessório que era utilizado somente para essa finalidade, na alta temporada em Paris de bailes as debutantes tinham que se destacar para conseguir um bom casamento, como a agência pagava razoavelmente bem ela se submete a esse trabalho.

Após de familiarizar com algumas de suas colegas de trabalho Moude encontra mais afinidade com Marie Josueé uma mulher com comportamento extravagante que a treina para ser uma Repousier, e suas raras folgas ela aproveitava o dia para conhecer Paris, e também tentar encontrar Paul. Paris nesse período estava sendo preparada para receber um dos seus maiores monumentos a Torre Effiel, e que muitos parisienses repudiaram, julgando ser uma obra feia e desnecessária.

"- Não é uma das belezas de Paris - ele diz, e imediatamente olha para mim. Será uma ofensa ou uma coincidência? - Parece com a chaminé de uma fábrica."

Após seu treinamento e alguns trabalhos ela é designada para prestar seus serviços de Repousier para a Condessa Dubern para acompanhar sua filha Isabelle em sua temporada, ela trama uma história em que Moude faz parte da família para que nada pudesse entregar sua real origem, mas o tempo vai passando e Moude se deslumbra de tudo que a sua condição de Repousir pode lhe dar, até mesmo se envolver em uma amizade com Isabelle, uma garota da mesma idade de Moude, mas que tinha outros planos para seu destino do contrário ela teria que se casar, mas a Condessa faria de tudo para que isso acontecesse e Moude tinha como missão convencer Isabelle a aceitar.

Nesse livro Elizabeth Ross utiliza uma obra "Les repoussoirs para criar e inspirar Belle Époque e em nota descreve no final do livro, a narrativa da autora é envolvente e cativante a leitura flui de forma tranquila, os personagens dos livros tem sua personalidade bem definidas, Moude infelizmente não teve tempo de amadurecer, portanto ela acaba se metendo em confusões que desafiam a sua vida, Paul um compositor boêmio e sonhador entra na vida de Moude de forma bem inesperada, Marie Josuée sua amiga na agência sempre a aconselhava a não se apegar a vida de luxo que seus clientes proporcionavam a ela com a triste constatação que ao menor deslize ele poderia ser descartada sem dó nem piedade.

A ambientação do livro é perfeita, conta a história de Paris em meados de 1888, onde a Torrei Effiel ainda era uma obra em construção, e hoje representa um dos monumentos mais famosos e lindos do mundo, o que mais me chama atenção nessa história são os detalhes peculiares da época que não passou despercebido pela autora, e com um desfecho simples ela faz Belle Époque um livro muito lindo.

Agradecimentos a editora.

Valide seu cometário para o Top aqui.






34 comentários

  1. Oi Dani!
    flor que livro em?!! Fiquei super curiosa com a história e com os personagens! Adoro romance de época, acho que vou gostar dessa leitura, sua resenha me deixou super interessada hehehe.
    Parabéns!! Amei os quotes!


    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
  2. Katia Costa Schwanke (katiaeli13 de junho de 2014 19:33

    Ai Dani, eu adoro livro de época. Quer ver como eu adorava as trocas de cartas em Querida Sue justamente para ler naquele estilo de escrita. Olha, eu ia me sair bem nesse emprego de parecer feia para as outras parecem bonitas, rssss. Ia trabalhar de boa só para viver na vida de luxo. Parabens pela resenha.

    ResponderExcluir
  3. Adoro romances de época, mas esses casamentos arranjados são tenebrosos, não é?

    Beijos,
    http://www.ninaesuasletras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Dani, tudo bom?
    Gostei da premissa desse livro porque se passa em uma época bem diferente da nossa. Ainda mais que fala um pouco de Paris que tem sempre boas histórias acontecendo por lá.

    Beijos!

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Dani,


    ai, que delicia. Paris do século 20 *.* Esse livro deve ser delicioso. E a capa é linda demais!!! Amei tudo.


    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amanda's Tale13 de junho de 2014 23:26

    Não conhecia o livro, mais fiquei com vontade de ler, adoro a temática de Páris, já li dois livros que se passa nesse país e quero ler mais....
    Fiquei bem curiosa com a sua resenha...
    beijos


    http://amandastale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Daniiii... Ainnnn, adoreiiii esse livro!

    estou numa fase de "época" e tudo me encanta... Saber que a história acontece em Paris então!!! Meu sonho de consumo!

    Beijinhos

    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não tinha lido uma resenha sobre esse livro, me interessei só porque a capa é linda, haha <3
    Não li muitos romances de época e sinceramente não sei o motivo. São histórias fascinantes, tão gostosas de ler... Acho que foi mesmo falta de oportunidade.

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de romances de época e esse parece ser interessante.
    Além de mostrar todas as desventuras da personagem nos leva a conhecer um pouco da cidade de Paris antiga.
    Pretendo ler. :)

    ResponderExcluir
  10. Nossa, que livro, hein? Parece ter várias reviravoltas, tramas e ser totalmente envolvente.
    Não conheço a obra, nem a autora... Porém, depois dessa resenha fiquei curiosa e esse vai ser um dos livros que entrará para a minha lista de livros que pretendo ler ^^ E essa lista só aumenta... rs
    Adoro livros históricos! Eles são simplesmente perfeitos para você, não só conhecer a história da época, mas principalmente os costumes, a vida cotidiana e a "sociedade". Esse não parece ser diferente. Deve ser muito bom, ainda mais sendo representado na bela Paris, numa época importante para eles. Com certeza lerei!
    Parabéns pela resenha, adorei!

    Beijos!
    Amor em Ler | Estou sorteando um Vale Presente de R$ 50,00 lá no meu blog. Que tal você participar aqui?

    ResponderExcluir
  11. Genteee como essa coitada sofre viu... fiquei super curiosa com esse livro e com o Poul também =P
    Quero saber mais sobre eles e claro Paris né..simplesmente AMO!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Aline Ramos Costa16 de junho de 2014 21:37

    Desde que vi essa capa pela primeira vez, me apaixonei...e a medida que encontrava mais informações sobre o livro, meu desejo de tê-lo só aumentava..a sinopse nos remente a uma história maravilhosa, sem contar que Paris é tudo...adorei sua resenha,muito bem construída..Preciso do livro...

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Dani..
    Que livro é esse!! Ainda não sabia da existência dele.
    Parece ser ótimo. Gostei de saber que tem um pouquinho de Paris.
    Vou querer ler ele com certeza.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ai Dani...me apaixonei por esse livro já quando fiquei sabendo que se passava em Paris! Eu amo Paris (apesar de ainda não conhecer..). Melhor ainda... é uma Paris antiga, então o livro tem tudo para me agradar! Estou louca para ler!!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Gente, como assim acharam a torre Eiffel feia e desnecessária? :O #choquei. Sem contar essa coisa de damas feias pra ressaltar a beleza, que coisa insensível! A história parece boa, e sua classificação foi excelente, mas pra ser sincera não me interessei em lê-lo.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ana Carolina Lopes17 de junho de 2014 09:15

    Oi Dani !!! curti muito sua resenha apesar de ficar meio perdida com esses nomes complicados , mas tudo bem , acho que a história vale a pena, ainda mais sendo ambientada em um lugar tão maravilhoso quanto Paris *_* Já estou sonhando acordada :)


    tacomminhocas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Timidez Alternativa18 de junho de 2014 16:43

    Personagem digna de ser a Cinderela! Mesmo me parecendo um drama super carregado (que não faz o meu estilo) fiquei curiosidade já que se passa em 1888 e eu adoro livros que retratam o século 19!

    ResponderExcluir
  18. Oi Danielle.
    Espero ler este livro em breve. Gosto muito da história da moda e já me vejo imaginando os personagens. A personagem principal passa por momentos muito dificeis, estou curiosa para ler o desfecho do livro, espero que ela seja feliz no final.

    ResponderExcluir
  19. Pelo visto a autora fez um grande pesquisa sobre a época, o que deixou o livro mais rico no enredo. Um cuidado apreciado, pelo menos por mim.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  20. cristiane dornelas20 de junho de 2014 17:09

    Adoro livros com temas antigos, de época e que trazem aquele clima consigo que te faz ver aqueles tempos na sua imaginação. É sempre muito gostoso de ler e consiste no meu tipo predileto de leitura, então é de esperar que ficasse louca por esse livro! Vi poucas resenhas, mas as que vejo, inclusive essa, são muito boas e o livro parece valer muito a pena. Gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  21. Não tenho muita facilidade em lê romance de época, o livro me parece ser uma leitura super leve.

    ResponderExcluir
  22. Queria poder viajar mto, especialmente pela Europa, ainda mais se de vez em quando fosse no tempo, como ir p/ Europa ainda não dá, menos ainda no tempo livros como Belle Epoque são mais que must read p/ fazer essas pequenas viagens rs!


    Miquilis

    ResponderExcluir
  23. Vi ele na livraria e com essa resenha fiquei mais animada pra ler

    ResponderExcluir
  24. Oi Dani!


    Ótima resenha =D
    Curti a história, essa cena das toalhas é meio cliche, mas enfim haha.

    ResponderExcluir
  25. Estou muito curiosa a respeito da história . Me parece ser bem elaborada e com bastante emoção no decorrer da trama. Adorei conhecer um pouco da história da personagem e vou tentar ler. Espero gostar também. Beijos.

    ResponderExcluir
  26. Adoro romances históricos e este parece ser muito bom, adorei a resenha. O enredo parece ter sido bem construído, com vários elementos da época em que se passa, deve fazer com que o leitor se sinta neste tempo mesmo! Fiquei curiosa para saber o desfecho!
    beijos

    ResponderExcluir
  27. Amei a resenha. Fiquei muito interessada pelo livro pois amo romances de época.

    ResponderExcluir
  28. Amo Paris, amo romances de época. Amei a historia, a capa do livro, enfim...me encantei com tudo e já na lista dos mega desejados. Parece ser muito interessante por abordar um tema desconhecido para mim até o momento. Quero. Bjksss

    ResponderExcluir
  29. Esse livro parece ser muito bom, pela sinopse e pelas resenhas que ando lendo a história do livro parece interessantíssima. Sempre quis ler uma livro que se passava na época da Belle Époque, e quero muito ler esse livro principalmente por se passar na França.
    Obrigada pela resenha, fiquei com mais vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  30. O interessante é que parece ser original e clichê ao mesmo tempo, como o tempo do séc. 19, e o termo Repousier. Falo francês mas nem tinha conhecimento dessa palavra '-'
    Fora que Moude parece ser bem doida, acontece mil coisas até ela ser repousier xD Com certeza o livro deve valer a pena

    ResponderExcluir
  31. Apesar de gosta de historias de época já tem um bom tempo que não leio uma, acho que gostaria bastante, ele realmente me parece ser uma leitura bem leve e até rapida. Acredito que se eu o lesse sentiria falta de mais paginas para que ele tenha realmente o final completo.

    ResponderExcluir
  32. Não tinha lido nada sobre esse livro ainda, mas parece muito interessante. Adoro romances de época e esse ainda se passa em Paris *-* ou seja, só amores <3
    Os quotes me deixaram com muita vontade de ler o livro, adicionei a wishlist haha beijos

    ResponderExcluir
  33. Não sabia muito sobre o livro até ler a resenha, e por isso eu acho que vou gostar da leitura, gosto muito de romances de época e esse deve ser muito bonito por que né Paris é tudo de bom, capa linda.

    ResponderExcluir
  34. Nossa, que capa lindaaaa! Adorei! Também fiquei morrendo de vontade de ler e fiquei bem surpresa com a existência desse emprego de "Repousier"... adorei a resenha, parabéns!

    ResponderExcluir

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥