Lançamentos Junho e Julho "Editora Benvira"



Antes tarde do que nunca conheçam os lançamentos.

Livro de São Paulo no Anhembi. A Saraiva comemora seus 100 anos de existência na Bienal e tem o prazer de convidar os parceiros que fizeram parte desses 100 anos.

Benvirá 
JUNHO – JULHO

JULHO
MALDITAS FRONTEIRAS
João Batista Melo


Sinopse: A ferocidade da expansão nazista, das batalhas da Segunda Guerra Mundial e da ditadura nacionalista do Estado Novo incendiará o destino de duas sensibilidades ligadas pelo afeto mais profundo: Valentino e Sophie. Na sossegada Belo Horizonte do início dos anos 40, as duas crianças descobrirão que não há como se esconder da violência. O mal não é privilégio apenas da Europa.
Monstro de muitos tentáculos, ele pode ser também intimista, doméstico. Em seu segundo romance, João Batista Melo prova mais uma vez por que é um dos prosadores mais talentosos da geração 90.
Blogueiros parceiros!
Como muitos sabem, em agosto acontece a 23º Bienal Internacional do Livro de São Paulo no Anhembi. A Saraiva comemora seus 100 anos de existência na Bienal e tem o prazer de convidar os parceiros que fizeram parte desses 100 anos. Vocês teriam interesse em ir à Bienal pela Saraiva/Benvirá? Temos ingressos e gostaríamos quem vocês participassem dessa festa. Os interessados, por favor, me escrevam sobre o assunto que eu explico melhor!


O livro foi vencedor do Concurso Nacional de Literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte - 2012, promovido pela Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte e finalista do 2º Prêmio Benvirá de Literatura em 2013.
A autora: Nascido em Belo Horizonte, João Batista Melo publicou o romance Patagônia (Prêmio Cruz e Sousa de Romance) e as coletâneas de contos As baleias do Saguenay (Prêmio Paraná e Prêmio Cidade de Belo Horizonte), O inventor de estrelas (Prêmio Guimarães Rosa), O colecionador de sombras e Um pouco mais de swing. Escreveu também um ensaio sobre cinema infantil, Lanterna mágica (finalista do Prêmio Jabuti), e dirigiu vários filmes de curta-metragem, que foram selecionados para festivais no Brasil e no exterior.


RAYMOND CHANDLER: UMA VIDA
Algo de Misterioso na luz
Tom Williams


Sinopse: Algo de misterioso na luz apresenta uma análise meticulosa dos livros de Raymond Chandler bem como um retrato inédito deste escritor que, ao lado de Agatha Christie e Arthur Conan Doyle, definiu a moderna literatura policial.
Cada um dos livros de Raymond Chandler carrega a tensão que cercou sua vida –a infância conturbada com a separação dos pais, a profunda inabilidade com sexo e mulheres e a luta contra o alcoolismo. Não para menos seu detetive Philip Marlowe é um dos personagens mais complexos dos romances hard-boiled – herdeiro provável do temperamento de seu criador.
Primeira biografia de Raymond Chandler, um dos maiores escritores policiais do século XX, publicada no Brasil.
O autor: TOM WILLIAMS nasceu em Newcastle, em 1981, e estudou na University College London. Atualmente, vive em Kentish Town, no norte de Londres, e trabalha na área editorial. Este é seu primeiro livro.


Benvirá 
JUNHO – JULHO
FLAVIA DE LUCE 4
E o segredo das sombras
Alan Bradley


Sinopse: O premiado autor Alan Bradley retorna à primeira metade do século XIX com outra aventura da brilhante menina de 11 anos, apaixonada por química e com talento para solucionar crimes. Diante de uma grande crise financeira, a família De Luce aluga o casarão onde moram para uma equipe de cinema produzir um filme. Em meio às gravações, Flavia encontra uma mulher morta com uma pedaço de filme enrolado no pescoço. Quem, entre os visitantes, seria capaz de cometer tal crime? Enquanto a lista de suspeitos cresce e uma nevasca cai sobre a cidade, a menina lança mão de todas as suas habilidades para encontrar o criminoso.
Conheça os outros volumes da coleção Flavia de Luce (e solicite caso deseje resenhar):

Os autores: Alan Bradley é canadense, formado em Engenharia e, no início de sua carreira, trabalhou em rádio e TV. Ingressou na literatura com divertidas e ousadas histórias para crianças. Presidiu associações de escritores no Canadá e foi fundador da The Casebook of Saskatoon, “sociedade secreta” dedicada ao estudo das aventuras de Sherlock Holmes. Ganhou o prêmio da Crime Writers’ Association, o Debut Dagger 2007, pelo primeiro volume da série Flavia de Luce e o mistério da torta. Bradley mora em Kelowna, British Columbia, com a mulher e dois gatos.

Benvirá 
JUNHO – JULHO
RESIDENT EVIL 3
A cidade dos mortos
S. D. Perry


Sinopse: Inspirado em uma das mais aclamadas edições do game, Resident Evil – A cidade dos mortos narra a trajetória de Leon S. Kennedy e Claire Redfield em Raccoon City. Os dois são alguns dos poucos sobreviventes que unem forças para escapar de criaturas terríveis produzidas sob influência da corporação Umbrella, que domina a cidade até os mais altos escalões de poder. Esta obra de S.D. Perry leva o leitor diretamente para o centro de uma cidade em colapso, dominada por zumbis e outros perigos inimagináveis.
A autora traz toda a sensação de perigo experimentada pelos fãs no jogo Resident Evil 2, em uma trama repleta de mistérios e reviravoltas. Leon é um novato e destemido policial que chega para começar a vida em Raccoon. E Claire vai para a cidade em busca do irmão, Chris Redfield, oficial das forças especiais (S.T.A.R.S.). Eles acabam encontrando refúgio em uma estação de polícia, onde começam a entender todos os mistérios por trás deste inferno.
O autor: S. D. Perry é autora de várias séries famosas como Aliens, Alien vs. Predador e Star Trek. Perry também escreveu os romances inspirados nos filmes Timecop e Vírus. É filha do escritor de best-sellers de ficção científica Steve Perry e mora em Portland, no estado norte-americano de Oregon, com o marido e dois filhos.

Benvirá 
JUNHO – JULHO
JUNHO
CAVALO SELVAGEM
Série Mar de Fertilidade
Yukio Mishima


Sinopse: Este segundo volume da tetralogia começa em 1932, ano em que Shigekuni Honda, protagonista de Neve de primavera, agora com 38 anos e casado com Rie, torna-se juiz da Corte de Apelação em Osaka. O casal não tem filhos e vive uma vida tranquila e rotineira. Até que Honda é convidado para um torneio de kendo, onde conhece Isao Iinuma e se convence de que o jovem é a reencarnação de seu amigo Kiyoaki.
Isao é filho do ex-tutor de Kiyoaki, Shigeyuki Iinuma, que agora dirige uma associação patriótica de direita. Aos dezenove anos, Isao é campeão de kendo, um atleta com energia e coragem viril mas também um rapaz ainda puro e ingênuo. Influenciado pelos ideais nacionalistas, Isao reúne simpatizantes de sua causa e organiza um violento atentado contra os Que estão usurpando o poder divino do imperador e ameaçando a integridade do Japão.
Neste romance, Mishima dramatiza os conflitos de uma década em que se vê o tecido da vida japonesa se esgarçar.
O autor: YUKIO MISHIMA (pseudônimo de Kimitake Hiraoka) nasceu em Tóquio em 1925. Escritor, dramaturgo e ator, escreveu Confissões de uma Máscara, O marinheiro que Perdeu as Graças do Mar, entre outros romances, peças de teatro Nô e poemas. Cavalo Selvagem é o segundo volume da tetralogia Mar da fertilidade, concluída no dia em que se suicidou em 1970. O primeiro volume, também publicado pela Benvirá é Neve de Primavera.

Benvirá 
JUNHO – JULHO
OS LOBOS DO MAR
As aventuras secretas de Jack London
Christopher Golden e Tim Lebbon


Sinopse: Aos dezessete anos Jack London partiu de São Francisco para Yukon, no norte glacial do Canadá, em busca de ouro. Além de enfrentar o rigoroso inverno e os perigos naturais, London se viu cara a cara com a morte e presenciou a fúria da natureza – e a de um maligno espírito da floresta. Agora, é hora de voltar para casa.
Porém, o Pacifico Norte ainda reservas muitas surpresas para o jovem Jack, e para sobreviver ele precisará enfrentar um dos maiores pesadelos de qualquer viajante: os lobos do mar, piratas com sede de ouro e sangue.
As aventuras secretas de Jack London inspira-se magistralmente na juventude de um dos principais nomes da literatura norte-americana. Tendo vivido e escrito histórias emocionantes, London certamente se deliciaria com esta magnífica versão de Christopher Golden e Tim Lebbon sobre a sua própria vida.
A autora: Escritor premiado, Christopher Golden é autor dos best sellers americanos Of Saints and Shadows, The Myth Hunter, The Boys are Back in Town e Strangewoods. Além de escrever argumentos para histórias em quadrinhos, é roteirista de jogos como Hellboy e X-men. Do autor, a Benvirá também publicou Uncharted e O mundo selvagem, primeiro volume da série As aventuras secretas de Jack London. Golden vive em Massachusetts, nos Estados Unidos, com a família.
Tim Lebbon é autor de cerca de 30 livros, incluindo The Island e a série Hidden Cities, também escrita em parceria com Christopher Golden. Lebbon já venceu inúmeros prêmios de literatura fantástica na Inglaterra. Hoje, vive com a família em Monmouthshire, um pequeno condado no País de Gales.


Benvirá 
JUNHO – JULHO
RELEMBRANDO O INÍCIO DO ANO
AS DUAS FACES DE JANEIRO
Patricia Highsmith


Sinopse: Ao seguir os passos de Chester MacFarland até o interior do luxuoso Hotel King’s Palace, em Atenas, Rydal Keener não podia imaginar que esse homem que parecia ser o duplo de seu pai era um estelionatário em quem a polícia americana adoraria pôr as mãos, nem mesmo que o surpreenderia arrastando o cadáver de um detetive grego que o bandido acabara de assassinar.
De repente, Rydal se vê ajudando Chester a ocultar o corpo. Será que uma das razões para o ato impensado do rapaz não seria Colette, a sedutora mulher de Chester? A moça também lhe lembrava de alguém: sua prima Agnes, por quem se apaixonara aos 15 anos. Enredados num jogo de contornos arriscados, os três iniciam numa fuga tortuosa por entre ruínas milenares, vielas escuras e hotéis decadentes. Uma viagem da qual nem todos escaparão vivos.
Contada ora sob a perspectiva de Chester, ora do ponto de vista de Rydal, As duas faces de janeiro é um dos romances mais simbólicos de Patricia Highsmith. Reunindo intriga policial, motivos psicanalíticos e referências mitológicas, a autora tece uma fábula tensa e sombria sobre os dilemas do ser humano, aprisionado nos labirintos indecifráveis entre a vida e a morte.
O autor: A norte-americana Patricia Highsmith é autora de mais de vinte livros, que permanecem best-sellers mesmo depois de sua morte, em 1995. Entre suas obras mais famosas estão Strangers on a train, que deu origem ao filme Pacto sinistro, de Alfred Hitchcock, e a série Ripley, também adaptada para o cinema. Da autora, a Benvirá lançou os romances Este doce mal, O perdão está suspenso, O tremor da suspeita, A cela de vidro e os livros de contos Nada é o que parece ser e A casa das sombras.


Benvirá
JUNHO – JULHO
UMA RELAÇÃO TÃO DELICADA
Domenica Ruta


Sinopse: Aos 29 anos, Domenica Ruta percebeu que sua vida tinha seguido o mesmo destino da de sua mãe: estava viciada em drogas e não conseguia passar um único dia sem beber. Bebia quando estava feliz, bebia quando estava triste, ou mesmo quando frustrada, ansiosa ou assustada... Ela tinha atingido o fundo do poço, e resolveu que era hora de recomeçar. Para assumir o comando de sua vida, Domenica teve que cortar as amarras emocionais que a ligavam à mãe e tomou a decisão de nunca mais falar com ela.
Uma relação tão delicada é um retrato da vida de Domenica Ruta em uma realidade fora dos padrões, uma crônica sombria sobre sua juventude nos anos 1990 e o rompimento doloroso, porém necessário, com o passado e os demônios que nele habitam. Uma história poderosa e inspiradora sobre amor e libertação.
O autor: Domenica Ruta nasceu e cresceu em Danvers, uma pequena cidade de Massachusetts, Estados Unidos. Graduada na Oberlin College, Domenica é mestre pelo Michener Center for Writers da Universidade do Texas e foi finalista do Prêmio Keene de Literatura. Uma relação tão delicada é seu primeiro livro e figurou na lista de mais vendidos do New York Times.


Benvirá 
JUNHO – JULHO
SAMBA SEM MIM
Caio Yurgel


Sinopse: João Pedro é obrigado a fugir de sua terra natal e se esconde na terra de seus avós. Estes que haviam fugido de uma Alemanha em guerra e, sem escolha, desembarcaram no Brasil de Getúlio Vargas, sem direito a falar sua própria língua. Instalado em Berlim, João Pedro vai descobrir aquilo que seus avós já tinham experimentado aqui: o sentimento de não pertencer.
Sua mãe era filha de alemães e dela não restou nada, nem o sobrenome. João Pedro não tinha nem um sobrenome alemão que pudesse lhe dar algum conforto no país.
Esse romance de Caio Yurgel explora esse não lugar vivido pelo personagem central, sentimento intensificado ao longo da narrativa pelas histórias das pessoas que cruzam seu caminho: os jovens filhos de turcos, que são “turcos na Alemanha e alemães na Turquia”. O filósofo Ján Kováč, que mora em Berlim desde que era estudante, mas é eslovaco. Alice, a quem ele procura como se procurasse a si mesmo. Anka, que anseia preencher as páginas em branco de sua própria história. E mesmo os alemães, os eternos culpados. Cada um vivendo seu exílio, a sua “impossibilidade da poesia”.
O leitor tem em mãos uma narrativa contundente, a história de um homem cindido como uma Berlim, cindido como uma Alemanha do pós-guerra.
O autor: Caio Yurgel nasceu no Rio Grande do Sul e, atualmente, vive e trabalha em Berlim, Alemanha. Foi vencedor do OFF Flip de Literatura na categoria contos (2010), do III Concurso Mário Pedrosa de Ensaios Sobre Arte e Culturas Contemporâneas (2010) e do IV Prêmio Nacional Ideal Clube de Literatura (2012). É autor de A estética do espetáculo: Cinco teses em Walter Benjamin, pela NEA Edições. Samba sem mim é seu primeiro romance.


Benvirá 
JUNHO – JULHO
ESPÍRITO E ESPÍRITO DE ÉPOCA
Herman Broch


Sinopse: Pela primeira vez publicado no Brasil, Espírito e espírito de época mostra uma faceta pouco conhecida do austríaco Hermann Broch: a de ensaísta. Escritos entre os anos de 1933 e 1949, os seis ensaios reunidos neste livro servem como uma introdução à obra e ao pensamento desse autor reconhecido mundialmente pela trilogia Os sonâmbulos.
Os temas abordados nos textos, como arte, mito e direitos humanos, estão contextualizados pela decadência dos valores característica do fin-de-siècle – período que ficou marcado pelo fim do império dos Habsburgo –, que culminou nos horrores do nazismo. Não se trata, no entanto, de um livro de revisão histórica. Broch situa os momentos da história da civilização – pelo menos da ocidental – dentro de um quadro mais amplo, servindo-se dos detalhes somente para ilustrar os pontos principais de suas análises.
Broch trabalhou em várias frentes intelectuais, consolidando sua atuação na tríade literatura, conhecimento e ação. O autor foi um dos primeiros intelectuais a reconhecer o trabalho de James Joyce, sobre quem escreveu o ensaio “James Joyce e o presente” (incluído neste volume) por ocasião dos cinquenta anos do irlandês. Alguns anos depois, em 1938, Joyce e outros escritores ajudariam Broch a emigrar do continente europeu para os Estados Unidos.
O autor: Hermann Broch nasceu em Viena em 1886 e morreu em New Haven, Connecticut, EUA, em 1951. Fez seus estudos na então capital do Império Austro-Húngaro e em Müllhausen, na Alemanha, e foi trabalhar na indústria têxtil da qual tornou-se diretor. Judeu, em 1909 converteu-se ao catolicismo. Durante a Primeira Guerra Mundial, dirigiu um hospital da Cruz Vermelha. Quando vendeu a fábrica, em 1927, passou a estudar matemática, filosofia e física na Universidade de Viena. Essa mudança radical em sua vida deu ao século XX um de seus maiores escritores.
O dilema dos personagens de Broch mostrou-se profético sobre o avanço do nazifascismo, e ainda hoje suas obras preservam esse caráter. De Broch, a Benvirá publicou a trilogia Os sonâmbulos e A morte de Virgílio.




Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥