Resenha "Manhã de Núpcias"




Classificação


Título: "Manhã de Núpcias"
Os Hathways livro 4
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance de Época
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Arqueiro

Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.
Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.
Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.
Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira e única mulher com quem ele considera se casar.
Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.
Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito.

Oi amigos! Na resenha de hoje como podem ver iniciei a leitura dessa série os Hathways pelo quarto volume, e vou dizer o porquê. Depois de ler algumas resenhas até no blog da amiga Patty do Coração de Tinta, descobri que os livros poderiam ler fora da sequência, pois a autora deixa a história independente das anteriores que são Desejo á meia-noite 1, Sedução ao amanhecer 2 e Tentação ao pôr do sol 3.

O mais engraçado que consegui os outros livros para iniciar tudo direitinho, e não tinha necessidade.... Mas isso não é nenhum empecilho longe disso os outros livros serão lidos e resenhados, afinal eu amei a narrativa da Lisa Kleypas!

Bom nesse livro conhecemos um dos irmãos Hathways o Léo Hathway, quem recentemente com a morte do seu pai Edward Hathway, herda o título de lorde Ramsay. Nesta família é composta por mais quatro irmãs Poppy, Amelia, Win e Beatrix. Essa família numerosa era conhecida por ser totalmente diferente e excêntrica e claro necessitava urgente que alguém orientasse nas boas maneiras e costumes na sociedade.

Catherine Marks é indicada e selecionada para conviver com a família Hathways como governanta para colocar em prática melhores hábitos da etiqueta social, o único problema nisso tudo era que Léo e a Srta. Marks se odiavam, ocasionando brigas e discussões homéricas.

Viviam em pé de guerra, a todo momento trocando ofensas, olhares atravessados, Léo tinha ela como megerazinha cheia de opinião kkkkkkk ri muito nessa parte. E ela também o considerava um grosseirão, libertino e mal caráter, e claro que nisso tudo a frase os opostos se atraem se aplica nesse romance, mas nem tudo serão flores.

"Naturalmente, Leo não conseguira resistir a zombar das habilidades poéticas de Catharine, mas tivera que admitir que tais métodos funcionavam."

Mas uma situação muito difícil estava para acontecer com a família Hathaways, a propriedade Hamsey em Hampshire onde eles moravam estava ameaçada a perdê-la, e o único jeito para que isso não fosse adiante era que o Lorde Ramsay se casasse e gerasse um herdeiro dentro de 1 ano.

Bom nessa Leo e Catharine tinham segredos obscuros que a todo o momento o perturbavam, Srta. Marks era muito reservada e tinha um comportamento arredio o que acaba chamando atenção de Leo, que aos poucos e diante das circunstancias da família são obrigados a conviver a se conhecer.

Nesse romance de época muito divertido, conhecemos personagens secundários que compõe o restante da família como Kev Merripen e Rohan que eram ciganos casados com Amélia e Win e Harry Rutledge era hoteleiro casado com Poppy e claro a excêntrica Beatrix que ainda não havia se casado e tinha a proteção da Srta. Marks, eles vivem harmoniosamente para a prosperidade da propriedade dos Hamsay.

A narrativa em terceira pessoa é envolvente, os diálogos calorosos e engraçados deixa esse livro irresistível para parar de ler, além dos detalhes picantes que são descritos e que não recomendo para menores, a também todo o suspense sobre o passado dos personagens centrais e o suspense do que irá acontecer. 
O que mais me atrai para esse tipo de leitura é a linguagem e costumes que me fascinam, o que seria uma simples discussão nos dias de hoje com palavras extremamente ofensivas, nessa década tudo era falado camufladamente, mas com o mesmo sentido.

Quero destacar também a impecável diagramação e capa da Arqueiro, que são coisas que fazem a diferença na leitura, para que flua bem e rápida. Aguardem a resenha dos próximos volumes!





Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥