Resenha "Os segredos de Colin Bridgerton"




Classificação


Título: Os segredos de Colin Bridgerton
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Internacional/Romance Época
Livro enviado para resenha em parceira Ed.Arqueiro.
Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres.
Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade.
Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.
Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.
No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.
Em "Os segredos de Colin Bridgerton", quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.


Oi amigos tudo bem, amando ler os livros da Julia Quinn, cada história sobre os Bridgertons me deixa mais ainda apaixonada pela essa série, e essa em especial o personagem Colin me conquistou.

Em 1824 Lady Whistledown continua implacável, mesmo depois de uma década ninguém desconfiava da sua identidade, e esperavam ansiosos para as novidades da elite Londrina. Seu novo alvo para temporada era o terceiro filho de Lady Violet, Colin Bridgerton que chega de mais uma de suas viagens pelo mundo, e trazendo euforia para mães de plantão casamenteira, com 33 anos já estava passando da hora de se casar.

Penelope Featherington continua solteira com seus 28 anos, e já ciente que não tinha mais esperanças de se casar, sua mãe Portia já havia perdendo as esperança também e já fazia planos para sua velhice ao lado de Penelope, e isso a deixava muito infeliz, mesmo amando a mãe ela não queria que as coisas acabassem assim.

"Penelope teve uma visão do futuro segundo a descrição da mãe e sentiu um súbito desejo de sair correndo e se casar com o limpador de chaminés. Fazia tempo que se resignara à vida de solteirona eterna, embora, de alguma forma, sempre estivesse se imaginado morando na própria casinha com varanda."


Seu amor por Colin mantinha-se vivo à anos, e depois do episodio que ela mesma presenciou que ele afirmava que jamais se casaria com ela esse sonho fica cada vez mais distante. Ela frequentava muito a casa dos Bridgertons com a Eloise, amigas à anos e dividindo o mesmo status de solteironas trocavam confidencias, mas somente uma deixava oculto para ela mesma.

Ela sempre contava com amizade e lealdade dos Bridgertons, em todas ás vezes nesses bailes, Colin aparecerá para tirá-la para dançar, pois sempre passou despercebida por todos, ela se sentia grata por toda essa gentileza, mas não era o bastante.

Nos bailes a presença marcante de Lady Dabury e seu jeito sarcástico e seus comentários mordazes faziam muitas pessoas rezarem para não se encontrar com ela, Penelope era a única pessoa que ela realmente demonstrava afeto e consideração. Em um desses bailes Colin e Penelope tem um desses encontros com Lady Danbury, e o que fica evidente é que eles começam um tipo de amizade mas definida, onde os dois parecem se revelar.

"- Lady Danbury! - chamou, correndo para o lado da velha senhora. - Que prazer em vê-la.
- Ninguém jamais acha que é um prazer me ver - retrucou ela de forma brusca -, a não ser, talvez, pelo meu sobrinho, e metade das vezes não estou bem certa disso. Mas obrigada por mentir.

Diante dessa aproximação entre Colin e Penelope, ela descobre um diário escrito por ele esquecido na escrivaninha da casa dos Bridgertons, e sua curiosidade a levou a ler os relatos de suas viagens feita pelo mundo, ele a pega em flagrante, de início ele fica irritado com a invasão da sua privacidade, mas ao poucos eles vão se descobrindo. Ele não queria mais ser taxado como rapaz encantador, ele queria ter um objetivo um legado, igualmente que seus irmão mais velhos tinha.

Ambos tinham segredos guardados a sete chaves, Colin percebe que Penelope está diferente daquela moça de 17 anos tímida e largada nos bailes, algo nela de novo desperta sua real essência, e cada minuto que passa pensando nisso, ele tem certeza que não pode ficar sem ela. Algo estava para ser descoberto que vai mudar totalmente a vidas dos dois, algo bonito e ao mesmo tempo temido.


O que mais gostei do livro com o Colin, foi a forma linda com ele descobre Penelope como mulher, e sua paixão por escrever, ele é realmente muito atencioso, carismático e sedutor, mas não tenta fama assim de libertino como vemos nos outros irmãos, ele gosta de viajar e se desligar dos problemas da vida, fugindo de todas as formas do iminente casamento infeliz.

Penelope é mais forte que aparente ser, e mesmo todos os seus segredos ela mantém sua vida para agradar os demais esquecendo a si própria. Um grande segredo que ela guarda para si é descoberto por nada menos que o próprio Colin colocando em xeque a aproximação e um futuro feliz.

Esse livro é muito fofo, Colin é definitivamente o meu favorito, eu já esperava mesmo antes de ler, apesar de gostar também de Simon, Antony e Benedict todos muito amáveis, Colin é mais corajoso e destemido conquistando a confiança de Penelope.

Julia Quinn continua muito detalhista e atenciosa em cada diálogo espirituoso, deixando nas entre linhas bem sutis a deixa para o próximo livro. O gênero romance de época me fascina, os personagens são marcantes e apaixonantes, esse livro me deixou tensa em casa página Lady Cressida entra para apimentar a história desse livro, e Lady Danbury é sem dúvida a melhor! Aguardando ansiosa pela próxima da série.




Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥