Resenha "Fascínio Egípcio"



Classificação


Informações do livro
Título:Fascínio Egípcio
Autor/a:Luciene Vieira Z
Editora: Mod
Gênero: Literatura Nacional/Romance
ISBN: 0
Livro enviado para resenha Book Tour realizado pelo blog Livros e Chocolate Quente


Sinopse:Fascínio Egípcio - No cenário do Antigo Egito, as vidas do príncipe herdeiro e da filha do sacerdote do deus Amon se cruzam, seus pais disputam poder na cidade mais importante do Egito. Ele criado para governar o país, ela retirada pela mãe de uma vida de conforto e luxo é criada escondida em uma vida de muitas dificuldades. A vida de Zeq é marcada pela crença popular que ele é filho de um deus e a vida de Naia é marcada pela descrença desde que a mãe mentiu ao dizer que seu pai estava morto, mas sua mãe na eminência da morte faz uma revelação, seu pai está vivo e lhe entrega uma prova disso. Preocupada com o estado da mãe e sem recursos ela comete um ato desesperado e furta alguns alimentos, na fuga é presa por um guarda do Faraó e levada ao calabouço. O que o futuro Faraó do Egito não imaginava é que ficaria fascinado pela beleza e personalidade da jovem. Naia tem o curso de sua vida drasticamente alterado, pois não sabe se odeia ou ama Zeq e terá que decidir se vive esse amor conturbado e assume a responsabilidade de se tornar a Princesa do Egito! Enquanto ela luta para definir seus sentimentos, tem que enfrentar traumas do passado, desconfianças e inimigos que tentam a todo custo atrapalhar seu relacionamento com Zeq.



Resenha Fascínio Egípcio


Ao iniciar a leitura desse livro estava bem empolgada, gosto muito de histórias que envolvem o antigo Egito, pois a riqueza de detalhes que essa civilização contém é cheia de mistérios. A princípio conhecemos a vida difícil de Naia que vive com sua mãe em extrema pobreza, após tomar um decisão no passado de abandonar seu casamento e toda riqueza que tinha, por não aceitar conviver com seu marido que era muito autoritário.

Naia herda essa personalidade de sua mãe, que junto com a sua descrença para com os Deuses não se permite ser comandada, e na história é nítido que ela enfrentará muitos desafios.

Zeq o príncipe herdeiro do Egito é conhecido por ser extremamente temperamental, seu pai tenta de todas as formas mostrar como liderar de forma menos agressiva, mas com esse gênio, ele manipula a todos para conseguir o que quer.

A leitura desse livro foi bem arrastada por assim dizer, a narrativa rodava muito em determinadas situações, principalmente quando se tratava se de Zeq e Naia, que foi um casal que não me conquistou em nada, ambos com personalidade forte e orgulhosos demais, fazem um dramalhão envolvendo até o pescoço os personagens  secundários da história.

O único que ganha minha simpatia é Armais, justo e consciente ele faz parte da guarda do Rei e é estimado como filho, e por diversas vezes se vê envolvido pelas confusões que Zeq arruma. Certos elementos descrito no livro pela autora sobre o antigo Egito deixou o livro menos cansativo de ler, pois a todo momento o casal turbilhão aparecia para definitivamente provar o quanto eram imaturos!

Uma coisa que me incomodou em certos momentos foram os erros gramaticais, por Deus Amom, a editora poderia ter mais cuidado com a edição do livro, não sou crítica de livros, mas antes de tudo sou consumidora, e tenho em mente de quanto isso reflete em uma obra.

O final nem preciso dizer que fiquei sem entender onde a autora queria chegar, depois de ler tantas idas e vindas entre Naia e Zeq fiquei assim tipo... Really???
Eu esperava sim um romance, mas algo que fosse de fato me prendar a história, e pelo ao contrario me deixou desconfortável demais. O livro envolve disputa de poder, morte, guerras, traições e nessas partes foi o que despertou mais a minha curiosidade. A autora foi bem detalhista quanto a cultura, não posso deixar de ressaltar isso na resenha, e essa parte gostei muito, as notas no rodapé da pagina ajudou bastante para entendimento da historia.

Mas o fascínio que o príncipe tinha por Naia não me convenceu, parecia mais obsessão do que amor, a reviravolta no final do livro tão ousada por parte da autora, não vou falar por que é spolier, me deixou sem entender, porque o personagem simplesmente saiu de cena sem mais e menos.

O que definiu o livro como bom, foi a capa que denota a história, e isso ja é ponto a favor, detalhes foi outro elemento importante para ambientação do livro e leva mais um ponto, e personagens secundários que ficaram mais marcados na minha opinião do que os principais.

Esse livro recebi para leitura através do Book Tour realizado pela Andressa do blog Livros e Chocolate Quente, agradeço pela oportunidade de conhecer a escrita da autora.







25 comentários

  1. A começar pela capa e pelo título, achei q seria um bom livro. Tb me fascina história q se passa em "tempos antigos". Mas, a sua resenha não me deixou muito empolgada nao... na parte em q disse q a leitura eh arrastada já me desanimei... parece ser aquele tipo de história q vc só vai até o fim, só pra dizer q acabou... eu sou assim, dificilmente abandono um livro... mesmo não sendo empolgante. E outra? Personagem sair de cena sem explicação??? como assim??
    Fiquei sem entender, sem mesmo ter lido... rsrsrsr

    ResponderExcluir
  2. A capa é realmente linda, uma pena que a trama não tenha sido tão boa à ponto de receber 4 ou 5 estrelas. Não tenho paciência pra livros que enrolam demais no romance e que têm um desfecho totalmente "wtf"...

    ResponderExcluir
  3. A capa é linda mesmo, mas infelizmente não me interessei pela história, e achei tudo muito confuso. Sem contar que fico bem chateada quando encontro algum erro gramatical. :/

    ResponderExcluir
  4. Maria Cecília Vieira13 de abril de 2015 19:59

    Bom, depois dessa resenha, acho que não lerei o livro. Parece ser interessante, na verdade, tem tudo para ser, mas pelos seus comentários e pela nota que deu, não vou me arriscar por enquanto. Quem sabe depois, né?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Dani, tudo bem? Gostei da sua resenha e quando vi em outro post aqui no blog estava bem curiosa em ler, por falar da cultura egípcia, que é algo que a gente não vê muito nos livros. Que bom que pelo menos essa parte foi bem representada.

    Nossa, é muito chato quando os personagens principais são imaturos demais e não conquistam, e chega ao ponto dos personagens secundários ser melhores que os protagonistas. A narrativa arrastada também me desanima e algumas coisas que ficaram mal desenvolvidas ou sem explicações. O livro tinha tudo para ser bom, pena que isso não aconteceu. Erros de revisão me dão bastante raiva, quando é um ou outro, tudo bem, mas quando é demais complica muito.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Dani.

    Muito ruim quando não nos conectamos com os personagens. Uma pena que que o que mais te agradou foi um dos secundários. Quando a narrativa não avança eu fico com muita preguiça da leitura. Uma pena a editora não ter se atentado para os erros na revisão livro. Isso me desanima. Acho que não arriscaria essa leitura.

    Beijos.
    http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. adoro esse tipos de livros que se passa no antigo egito, deuses, sarcedotes e o faraó, ainda mais romances, fiquei bem curiosa e pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  8. Oi Dani...
    Vi muito elogios desse livro, mas não tinha parado para pensar que tanta obsessão quebra o encanto as vezes do personagem.
    Bom, a capa é algo que me chamou atenção desde que vi o livro. E concordo que tudo que envolve o Egito tem lá seus mistérios.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Poxa, uma pena que não seja tão bom quanto parece.
    Hoje mesmo finalizei uma pesquisa pra um trabalho da faculdade sobre os Egípcios, e fiquei fascinada com esse povo antigo, tanta coisa legal e tanto mistério, assim como tantas coisas que nós acreditamos e que na verdade não são bem assim... Quando vi o título do livro pensei na grande coincidência e que seria minha próxima leitura, mas ah, desanimei rçrçrç Eu leria só pelo enredo, realmente me interessei muito pela Grécia Antiga.

    ResponderExcluir
  10. Catharina Mattavelli14 de abril de 2015 16:41

    Olá

    Não tinha ouvido falar sobre a leitura ainda, mas parece ser bem legal, espero ter oportunidade de ler e gostar, a capa é muito bonita e o enredo bem atraente.

    http://realityofbooks.blogspot.com.br
    Catharina
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Dani

    Tambéma achei o relacionamento dos dois muito cansativo os dois são muito cabeça dura e isso me irritou muito kkkk também amei o Armais, o final aberto é porque terá outro volume né, agora teremos que aguardar.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  12. Eu gostei sim da história, uma pena ter recebido nota 3
    Mesmo a história sendo um pouco arrastada kkkk leria sim, sem nenhum problema

    ResponderExcluir
  13. Oi Dani, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas achei interessante o fato da história se passar no Egito antigo! Isso sem dúvidas deixa a história bem interessante.
    Uma pena uma história que poderia ser tão boa ter protagonistas chatos e uma história cansativa!
    E realmente ninguém merece um livro cheio de erros ortográficos, é falta de respeito com o consumidor!



    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Gostei bastante da sua resenha. É tão chato quando a gente pega um livro arrastado pra ler, não é? Eu fico com aquela vontadinha de desistir da leitura quando é assim. Eu gostei do título dele, pena que não corresponde as expectativas.

    BJOS!

    http://luadeneonblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Dani!

    Poxa, que pena que a leitura te decepcionou um pouco.

    Eu também odeio personagens imaturos, e romances que não convencem.

    Realmente a história Egípcia é incrível, e a autora poderia ter criado uma bela história com excelentes personagens. Adorei sua resenha sincera.

    Beijos!

    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  16. Oi Dani!! Terminei Fascínio Egípcio esses dias e gostei! A leitura me envolveu e eu acabei lendo rápido, mas concordo com você em tudo que expôs na resenha, o Príncipe estava mais obcecado do que apaixonado. Adorei o Armais, um super fofo!!!

    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Dani.
    A única coisa interessante nesse livro é a ambientação dele, a príncipio até me interessou, mas conforme comecei a ler as resenhas mudei de ideia,os mesmos pontos que te incomodaram foram destacados por outros leitores, e como não tenho paciência pra personagens cheios de mimimi e muito menos pra livros onde a editora não se preocupa em passar um material de qualidade para o leitor, esse livro não entra pra lista de leituras.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  18. ei Dani,
    eu sou a próxima do BT, vamos ver o que acho? Tenho um pouco de receio, por a narração ser arrastada, e o casal não convencer. Fico feliz em saber que a parte cultural sobre o Egito é boa, adoro história antiga.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oiee.

    Primeiramente, quero dizer que o blog ficou muito bonito =D

    Quanto ao livro já vi outras resenhas bem ruins a respeito e confesso que não tenho mais curiosidade em ler. Sua resenha não me deixou em nada com vontade de ler, mas um dia talvez eu tente ler

    Beijos Fê :*

    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Dani, tudo bom?

    ou ler esse livro para o BT, mas não estou com grandes expectativas por causa dessa enrolação da trama. Não tem nada pior do que uma trama arrastada e um casal que não consegue cativar o leitor.

    Beijos,

    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Nossa parecia ser uma historia bem interessante, mas ao ler a resenha, que é uma leitura arrastada, fiquei decepcionada e esse vai e vem dos protagonistas é muito desgastante não gosto quando é assim. Que bom que pelo menos em relação a cultura não deixa a desejar.

    ResponderExcluir
  22. acho que definiu totalmente o que achei desse livro :/
    MUITO CHATO,desculpa...Mas,é ruim.
    "A leitura desse livro foi bem arrastada por assim dizer, a narrativa rodava muito em determinadas situações, principalmente quando se tratava se de Zeq e Naia, que foi um casal que não me conquistou em nada, ambos com personalidade forte e orgulhosos demais, fazem um dramalhão envolvendo até o pescoço os personagens secundários da história.''

    ResponderExcluir
  23. a capa é linda ! mais a história n me conquistou , e so de ler a resenha fiquei confusa kkkkk e nao curto historias que passam em tempos antigos , e odeeeio leitura arrastada , mais um motivo pra nao ler o livro !

    ResponderExcluir
  24. Oi Dani, tudo bem?

    Que pena que o livro não foi aquilo que você imaginou. Eu fiquei empolgada com a capa e a sinopse, mas me decepcionei com o livro depois da resenha. Tem autor que se perde mesmo.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá! Gostei da resenha, mas não seria um livro que eu compraria já que a premissa não me chamou a atenção. Talvez algum dia eu tente lê-lo, quem sabe eu mude de ideia, haha
    Beijoos =)

    ResponderExcluir

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥