Resenha "Mario Prata Entrevista uns Brasileiros"


Classificação



Informações do livro
Titulo: Uns Brasileiros
Autor/a: Mario Prata
Editora: Record
Gênero: Literatura nacional
Livro enviado para resenha em parceria.



Olá galera do meu coração, que não abandonou o LJI!!!! Love Us!


A resenha de hoje é sobre um autor que tive o privilégio de conhecer lendo este livro, de forma hilária e cômica Mario Prata reúne varias entrevistas com personagens importantes da história do Brasil desde o seu descobrimento, confesso que no tempo de escola História não era o meu forte, portanto fiz umas pesquisas para relembrar de alguns fatos e compreender a forma irônica como Mario aborda essas pessoas e suas particularidades.

Como seria uma entrevista póstuma entre pessoas que fizeram sua história e se destacaram por suas memórias, descontraidamente ele conversa com pessoas como Dom Pedro, o Índio Iça-Mirim foi muito engraçado falando de como ele deixou suas origens e nunca mais voltou para o Brasil, passando a usar o nome da família de Gonneville.

Ler esse livro foi uma aventura super gostosa e rumo ao desconhecido, as perguntas elaboradas por Mario Prata, algumas digamos picantes e super indelicadas deixa o livro muito bom. A proposta dessa leitura é instigar o leitor, a relembrar e conhecer a história do Brasil, visto de uma outra perspectiva. Sabe aquela pergunta cabulosa que sempre tivemos vontade de fazer, mas por vergonha nunca fizemos, Mario Prata ousa na forma irreverente de abordar seus entrevistados e colocando-os em situações embaraçosas.

Dona Maria I - A Louca

 D. Maria abre uma pequena bolsa prateada e tira uma cigarrilha já enrolado.
- Posso?
- Maconha?
- Haxixe. Aceita?
- Obrigado, me dá muita larica. Tenho maconha aqui.
- Se for do Maranhão, vou aceitar.

Alguns desses entrevistados como Tiradentes, Dom Casmurro, Castro Alves marcaram a minha juventude, leituras que fiz e que despertou meu interesse, na escola nas aulas de literatura li muito livros desses autores e claro a experiência com o mundo literário nunca mais parou.

Castro Alves

Comecei a entrevista com ele, num boteco do Pelourinho, dizendo que, se vivo fosse hoje, seria uma mistura de Vinícius, Caetano e Chico. Ele caiu na gargalhada:
- Imagina! Sou apenas o neto do major Castro.
- Verdade que você não gosta do seu nome completo? Antônio Frederico de Castro e Alves.
- Eu não gosto é do Frederico. E não me pergunte por quê.


 Mario Alberto Campos de Morais Prata (Uberaba, 11 de fevereiro de 1946) é um escritor, dramaturgo, cronista e jornalista brasileiro. Conquistou reconhecimento como romancista, autor de telenovelas e de peças de teatro, sendo seus maiores sucessos a novela Estúpido Cupido (1976), as peças de teatro Fábrica de Chocolate (1979) e Besame Mucho (1982) e os livros Schifaizfavoire - Dicionário de Português (1994), Diário de um Magro (1997), Minhas Mulheres e Meus Homens (1998) e Purgatório (2007).

Em parceria com Catalogo Literário do Grupo Editorial Record, recebi esse livro e quero destacar a perfeita diagramação e todas as caricaturas no decorrer de cada entrevista realizadas. No sumário encontramos Pedro Álvares Cabral, Içá-Mirim, Padre Anchieta, Bispo Sardinha, Arariboia, Calabar, Chico Rei, Aleijadinho, Xica da Silva, Dona Maria I a Louca, Tiradentes, Dom JoãoVI, Dom João I, Maria Quitéria, Marquesa de Santos, Dona Beja, Madame Lynch, Carlos Gomes, Dom Casmurro, Castro Alves, Rui Barbosa e Charles Miller.

O livro instiga o leitor a conhecer mais desses célebres da história, eu confesso que muitos deles sabia somente o básico, e com esse livro desperta essa curiosidade. O livro é muito bem recomendado, e com certeza as escolas deveriam aproveitar esse material para instigar de forma informal o gosto pela história.




Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥