Resenha "Elo"


Classificação



Informações do livro
Titulo: Elo Livro 1
Autor/a: Imogem Howson
Editora: Farol Literário
Gênero: Ficção
Livro enviado para resenha em parceria editora Farol Literário.


Elissa costumava ter tudo: a atenção de todos, popularidade e um futuro promissor. Mas os três últimos anos fizeram sua vida mudar radicalmente: ela vem lutando contra terríveis visões, dores-fantasma e misteriosos hematomas que aparecem do nada. Depois de muitas idas e vindas a especialistas, surge uma promessa de cura, uma cirurgia para apagar a parte superativa do seu cérebro, que provoca tais alucinações. Às vésperas da operação, no entanto, Elissa faz uma descoberta chocante por trás daquelas visões: ela enxerga o mundo pelos olhos de outra garota.

Oi amigos tudo bem?! :)

Elo é um livro bem curioso, que usa de elementos de ficção cientifica e exploração de novos planetas, destacando duas personagens que são ligadas através de um Elo.
À primeira vista a narrativa não me convenceu, narrado em terceira pessoa a leitura foi lenta no início, a autora criou um mundo futurístico no qual a descrição dos detalhes da cidade foi difícil imaginar. Mas aos poucos a história foi fazendo sentido.

Elissa é uma jovem de dezessete anos que mora no planeta Secoia juntos com seus pais Sra. Laine Sr.Edward e seu irmão Bruce que estava iniciado sua carreia como piloto na Emaer empresa do governo de Secoia.

A história se passa em um período bem futurístico onde os planetas passavam por Terraformação para torna-lo habitável, e Secoia expandiu rapidamente tornando as condições de sobrevivência e colonização. O planeta era muito seguro e aparentemente tinha um governo confiável.

Lissa há três anos sofria de estranhos acontecimentos que começaram a atrapalhar sua vida, pessoal e social, fortes dores  de cabeça, pelo corpo, inexplicáveis hematomas, dominava totalmente sua vida, sonhos recorrentes com uma pessoa que ela não fazia ideia de quem seria. Aos poucos seus poucos amigos se afastaram, e era tratada como uma adolescente mimada com necessidade de atenção. 

Seu irmão tinha um futuro brilhante na Emaer, e junto com seu amigo Cadan que Lissa gostava muito, começam a implicar com esses episódios, eles não faziam ideia da profundidade do problema de Lissa. E com isso ela começou a se afastar e tentar conviver com a sua condição. Sua mãe Laine leva ela para mais uma consulta em um especialista Dr.Brien que dessa vez, depois de tantas tentativas de encontrar a solução.

Mas ao investigar as coisas que aconteciam com ela, os sonhos e delírios perturbadores, algo no questionamento dele a fez perceber que ele não estava preocupado com o estado dela, e sim a com pessoa que ela sempre descrevia nesses episódios. A desconfiança estava certa. Ela vai em busca dessa pessoa que em seus delírios parecia querer entrar em contato com ela e que supostamente fugiu de uma instalação em chamas. Ela teria que realizar uma operação em poucos dias para livra-la desses ataques, mas ao se deparar com seu elo, tudo mudo em sua vida, e ela é obrigada a fugir com a pequena ajuda do seu pai.

Sua mãe é uma incógnita, uma pessoa que se mostrou mais como vilã, do que como mãe, fiquei passada com certas atitudes, enquanto o pai era mais complacente. 

A ideia geral da história é um tema legal, onde envolve possíveis, clones estepes, e pessoas não humanas, mas o desenvolvimento de fatos foi o ponto fraco do livro, e a narrativa prolixa em certos pontos sem a menor necessidade de tanto enrolação. O objetivo do livro poderia ser algo mais focado e desmembrado. 

Reviravoltas e acontecimentos entre os personagens Lissa, Lea e Cadan dão ao livro dinamismo, e isso fez com que a minha vontade de descobrir o que acontecia na trama do livro me envolvesse tirando a má impressão que tive ao iniciar a leitura. Um ponto que me incomodou foi que a autora deixou completamente de lado os pais de Lissa, que se ausentaram na metade do livro para aparecer no final de forma muito superficial.

Lissa e Lea são as personagens centrais do livro, e que aos poucos vão se conhecendo e criando uma conexão, Lissa é uma pessoa que está com sua vida de cabeça para baixo, e Lea terá uma enxurrada de informações e acontecimentos para absorver. Há também uma aproximação de Léa e Cadan que a princípio era uma cara insuportável e que no decorrer da história amadurece.

O final do livro deixa um gancho para a continuação, estou bem curiosa para saber como ficará os personagens desse livro. Eu esperava que a leitura fosse me surpreender, mas foi uma leitura normal, mas não deixo de enfatizar de para quem gosta desse gênero, aventura, ficção, suspense, vai curtir a ideia de Elo. 

A sequência pelo que pesquisei não tem previsão de lançamento, o que deixa a nossa curiosidade mais aguçada. A capa está abaixo com o título Unravel que parecer ser algo como (desvencilhar) mas creio que arranjarão um título que faça mais sentido. A diagramação do livro é muito bonita assim como a capa e a parte interna do livro.






Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥