Resenha " A Espada do Verão - Magnus Chase e os Deuses de Asgard"


Classificação


Informações do livro
Titulo: A Espada do Verão
Autor/a: Rick Riordan
Editora: Intrínseca 
Gênero: Fantasia

Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida...
A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, lutando para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph - um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico.
As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve ir em uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. A espada do verão é o primeiro livro de Magnus Chase e os deuses de Asgard, a nova trilogia de Rick Riordan, agora sobre mitologia nórdica.

Olá pessoas! Tudo bem??
Antes de começar a resenha, venho aqui me desculpar por ter sumido estas duas últimas semanas, mas foram dois finais de semana bem tensos, mas hoje estou aqui para falar de um lançamento muito legal, preparados??

Eu tive minha primeira experiência com o "tio" Riordan com a série Percy Jackson e os Olimpianos, e foi uma grande surpresa já que até então não tinha lido nada parecido, e quando fiquei sabendo que a nova série dele seria sobre mitologia nórdica eu fiquei bastante animada já que como vocês sabem me amarro em mitologia.

O livro conta a história de Magnus Chase, um adolescente prestes a completar seus dezesseis anos que foi morar na rua após a morte da sua mãe que foi há dois anos atrás. Certa noite ele é surpreendido por um dos seus amigos de rua enquanto dormia, ele o fala que tem umas pessoas o procurando, com direito a panfletos com sua foto, este fato o intriga já que ele mora na rua há tanto tempo e ninguém até então o havia procurado, ele então resolve dar uma averiguada na situação e descobre que seu tio Randolf Chase é quem o procura juntamente com sua prima Annabeth e seu pai (o tio Frederick). A grande verdade é que ele não confia nenhum pouco no seu tio Randolf assim como sua mãe também não confiava, e mesmo assim tem a ideia de invadir a casa de seu tio para poder ver o que consegue descobrir a respeito do repentino interesse do tio na sua pessoa.

O que acaba acontecendo é que ele encontra o seu tio e o mesmo afirma que ele está correndo um grande perigo e o diz que ele precisa encontrar algo que pertencia a seu pai, e esse objeto é a única coisa que pode salvá-lo, . Só que isso não acontece ele acaba morrendo e graças a Sam, uma valquíria ele acaba indo parar em valhala, um hotel para pessoas que morreram em combate (usando uma arma para deixar bem claro). E neste hotel em um jantar no mínimo peculiar ele descobre que talvez ele não merecesse está lá, e que ele é filho de um deus nórdico (o tio já tinha falado, mas ele não tinha acreditado até então), e para completar tem uma profecia envolvendo ele o o Ragnarök (o juízo final da mitologia nórdica).

Magnus também descobre que seus dois amigos de rua na o Hearthstone era um elfo (surdo) e um dos únicos a praticar magia e Blitzen é um anão super antenado em moda, que se passaram por moradores de rua para poder o proteger, e junto com eles e com Sam vão viver várias aventuras, encontrar com vários deuses loucos e lutar para impedirem o fim do mundo.

O livro é muito interessante, dosa aventura, grandes emoções com uma pitada (bem generosa) de humor. Todos personagens possuem um passado que vai transformar o amizade deles em um elo mas forte. O personagem principal (Magnus) tem um senso de humor que é único ele tem umas tiradas que me fizeram rir bastante, vemos que os deuses nórdicos são bem peculiares, tenho que dar um destaque para Thor, gente nunca ri tanto lendo as falas de um outro personagem como foi com Thor.

O livro em si me lembrou muito a série dos Olimpianos (que foi a única que li dele) e é algo que talvez possa incomodar a vários leitores, mas confesso que não me incomodou tanto, eu lia e percebia a semelhança, mas não foi nada que pudesse me irritar. Outra coisa bem legal é que para mim foi fácil entender várias citações do livro aos contos nórdicos pois no início do ano havia lido o livro Os Filhos de Odin (que já tem resenha aqui) que também fala sobre mitologia, e era bem legal pois eu ficava "nossa isso aqui eu li no livro que fala sobre os contos asgardianos", então se você quiser ler algo para conhecer mais esse "mundo" eu indico super a leitura deste livro.

A Espada do Verão é aquele livro que não tem faixa etária, todos podem ler e se divertir bastante, eu super indico e já falo de ante mão que estou doida para poder ler a continuação já que o final foi no mínimo intrigante.

Espero que vocês tenham gostado da resenha, não deixem de comentar e até a semana que vem.
Beijos!


Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥