Resenha "O Alquimista"


Classificação




Informações do livro
Titulo: O Alquimista
Autor/a: Paulo Coelho
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Nacional/Romance
Livro enviado para resenha em parceria editora Sextante.

De tempos em tempos, surge um livro capaz de mudar para sempre a vida de seus leitores. O Alquimista é um deles.
Com mais de 45 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, o mais famoso título de Paulo Coelho já se estabeleceu como um clássico moderno, atemporal e universal. Quase 25 anos após seu lançamento, segue fascinando públicos cada vez maiores, de diferentes gerações.
Simples, sábia e inspiradora, esta história refaz os passos de um pastor da Andaluzia que viaja para o deserto egípcio em busca de um tesouro enterrado nas Pirâmides.
O que começa como uma jornada para encontrar bens materiais torna-se uma descoberta das riquezas que escondemos dentro de nós mesmos.
As belas lições que Santiago aprende ao longo do caminho nos falam da sabedoria de ouvir o que diz o coração, de ler os sinais com que deparamos ao longo da vida e, acima de tudo, de seguir os nossos sonhos. 


Oi galera tudo bem?

Reler esse livro foi muito interessante, a primeira vez que li eu era bem nova e tinha uma outra perspectiva na vida, e esse livro tem um cunho íntimo, que desperta nas pessoas as escolhas feitas na vida e caminhos trilhados em busca do conhecimento.

O Alquimista é um livro mundialmente conhecido, ele ainda ocupa a lista dos Best Sellers do New York Times, mas infelizmente ainda existe um preconceito forte em cima do autor, li uma resenha muito negativa em relação a esse livro e acredito que a pessoa que leu não entendeu a mensagem que ele traz. Mesmo fazendo referências a espiritualidade, sonhos e mensagens subliminares, o livro deve ser interpretado da forma simples, o que aprendemos no decorrer da nossa jornada pessoal.

O livro conta a história do pastor de ovelhas chamado Santiago, que passava os dias levando o seu rebanho para diversas cidades, conhecendo pessoas, vendendo a lã para sobreviver. Mas era um rapaz que não tinha muita perspectiva na vida, até um sonho recorrente deixa-lo intrigado e ir em busca de seu significado.

"Quando vemos as mesmas pessoas, terminando fazendo com que elas se tornem parte de nossa vida. Se a gente não for como elas esperam, ficam chateadas. Por que todas as pessoas têm uma noção exata de como devemos viver nossa vida."

Uma senhora cigana interpreta que seu sonho era a busca do tesouro que se encontrava no deserto Egípcio enterrado nas Pirâmides. Ele foca toda sua vida na busca desse tesouro, a conselho de um rei ele vende suas ovelhas e sai em busca da caravana com destino as pirâmides, ele conhece um inglês que está a anos em busca do Alquimista para ter conhecimentos sobre a pedra filosofal e imortalidade.

No decorrer da sua busca ele passa por várias situações complicadas em sua vida, encontrou pessoas ruins e boas, conseguiu fazer amigos e aprender outros ofícios diferente da sua vida de pastor, ele era um estrangeiro em uma terra estrangeira em busca da sua lenda pessoal.

A interpretação do livro é algo único, eu reparei isso lendo várias resenhas positivas e negativas, de um modo geral é um livro que tem uma questão espiritual grande e que muitas pessoas não estão dispostas a entender e ter isso como real. A citação Maktube que aparece no decorrer do livro que significa estava escrito, designa alguns momentos de nossas vidas em situações em que passamos, seja na vida pessoal, amorosa e profissional.

A busca pela lenda pessoal nada mais é que a busca de seus sonhos, a realização dos objetivos, as experiências que adquirimos no decorrer dessa jornada. Por isso ele se torna um livro atemporal, pois pode ser lido em qualquer momento da vida, mesmo depois de 25 anos do seu lançamento O Alquimista é um livro que atrai a curiosidade e crítica de muitas pessoas.

Reler esse livro foi uma redescoberta diferente, digo que o amadurecimento das ideias ajuda na interpretação das lições que ele diz no livro, nada pode ser levado ao pé da letra. Você não sairá interpretando sonhos, adivinhando as coisas e nem encontrar a Pedra Filosofal, digo isso por que muitas das resenhas que li debocharam dessas citações no livro, mas o que não foi visto é que tudo nessa vida é algo mais além que nossa própria existência. Quem nunca intuiu coisas boas ou ruins e deixou de fazer aquilo por achar que não era o momento, e realmente não era o momento?

Por isso O Alquimista é um livro muito reflexivo, tem pessoas que dirão “ A não leio esse tipo de coisas”, sem problemas, mas para quem tem a mente aberta e gosta desse tipo de leitura eu recomendo.






Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥