Resenha "A voz do arqueiro"


Classificação




Informações do livro
Titulo: A voz do arqueiro
Signos do amor Volume 1
Autor/a: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura 
Livro enviado para resenha em parceria editora Arqueiro.


Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Oi amigos tudo bem?

 A voz do arqueiro é um livro apaixonante, com personagens cativantes, um livro que praticamente engoli em um dia, a narrativa é maravilhosa, e os elementos que autora Mia Sheridan traz para fazer o pano de fundo da história é simples e perfeito.


Tudo se passa em uma cidade pequena chamada Pelion, onde todos os moradores levavam uma vida pacata, mas ignoravam totalmente uma tragédia que abalou totalmente a vida de Archer Hale, um rapaz que depois dos setes anos de idade, se fechou completamente para a vida. Sua atitude refletiu de forma negativa as pessoas da cidade que passou a ignorar a sua existência. Sabe aquele tipo de pessoa que adora fazer uma fofoca, mas que não ajuda e não acrescente em nada? Então, eram assim que algumas pessoas agiam com ele. E isso contribuiu para seu afastamento, e para piorar o problema que ele carregava o impossibilitava de falar, portanto ficava ainda mais complicado se comunicar com as pessoas.


O que ninguém sabia era Archer ansiava para ser normal, ser amado, querido e compreendido, mas ele não sabia como demonstrar isso, sua vida com seu tio Natan Hale, era boa, mas limitada, e seu primo Travis não era uma pessoa digna de confiança era um babaca completo, e no decorrer do livro eu tive vontade de entrar no livro e abraçar Archer.



Bree Prescott era uma pessoa marcada por perdas, uma delas ocasionou em uma tragédia que a atormentava todos os dias, em um momento de revolta, ela pega algumas de suas coisas, sua cachorrinha chamada Phoebe e entra no carro para uma viagem longe dessas lembranças dolorosas. Pelion foi o destino, chegando na cidade ela encontra um chalé aconchegante do jeito que ela imaginava, um recomeço para sua história. Ela logo se apaixona pela cidade, pelo lago que cerca os pequenos chalés, e pessoas que encontram no tour em busca de emprego para se sustentar nesse período, sua vizinha Anne que a recepciona com uma cesta de muffins de metilo foi o primeiro contato com as pessoas da cidade, dando inicio a uma linda amizade.


O destino fica encarregado de unir essas duas pessoas de forma inusitada. Bree e Archer se encontram pela primeira vez quando ela sai para fazer compras e sua sacola estoura na rua, ele se aproxima para ajudar, enquanto ela não para de falar um segundo o silêncio dele a deixa abismada. O modo misterioso de Archer mexe demais com Bree, que passa a perguntar sobre ele, e logo descobre que ele não pode falar. 


Depois de arrumar um emprego para se sustentar Bree em seus momentos de folga vai para o lago com Phoebe, curtindo a sol, lendo muito, umas das suas paixões. Mas ela era sempre atraída para a casa de Archer que ficava bem no caminho de sua casa para o lago. Uma atração inevitável cresce em seu ser, Archer é um rapaz enigmático que chama a sua atenção, e aos poucos a aproximação é reciproca, eles começam a se comunicar escrevendo pequenas frases e desarmando de vez o coração de Archer.

A história de amor de Bree e Archer é apaixonante, ela começa de forma silenciosa, simples, descontraída e inocente, os traumas que cercam os dois unem suas vidas! Bree é uma pessoa que tenta resgatar a pessoa que ela já foi um dia, mas não deixa de ser objetiva e correr atrás daquilo que era certo, nunca desistiu de Archer, mesmo com as especulações das pessoas da cidade fofocando, se intrometendo em sua vida, até mesmo Travis com suas investidas descaradas. Archer é um rapaz simples, inteligente, lindo e muito sensual, e no decorrer do livro ele desabrocha, vivendo momentos intensos com Bree.

"Como me sentir atraída por alguém tão diferente de qualquer outra pessoa que já me atraíra antes? Ainda assim, não podia negar o charme dele. Quando pensava em Archer e lembrava de seus sorriso tímido e do modo como seus olhos constantemente observavam tudo em mim, sentia o meu estomago se contrair."

Essa história é envolvente, a narrativa e todos os detalhes inseridos na história deixa a leitura convidativa, o pano de fundo que envolve os dois personagens inseridos como acontecimentos paralelos equilibram a história, a autora não perde tempo com fatos e vai direto ao ponto. A forma como ela fala da superação dos personagens e a força do amor é algo que inspira, mesmo diante do sofrimento é possível encontrar o equilíbrio, e esses dois personagens apesar da insegurança rondando a todo o momento, são pessoas fortes e vencedoras.

"Nesse momento, porém, precisava tomar banho e me arrumar para receber Bree. Bree.... Senti um calor aquecer o meu peito. Ainda não estava cem por cento certo dos motivos dela, mas havia me permetido começar a ter esperança de que era mesmo amizade que ela buscava."


A leitura é intensa e extremamente sensual, a dose certa do romance foi o que mais me chamou atenção para a escrita da autora, não é vulgar, não é cansativa ou repetitiva, ela descreve como tem que ser. Os personagens secundários que são mais próximos do casal são cativantes também e gostei muito do clima familiar que ela descreve.



Eu fiquei apaixonada com a história desse livro, os momentos de Bree e Archer são profundos, intensos, alegres. O livro é intercalado entre os dois personagens, assim conhecemos um pouco de cada um, descobrindo a evolução dos personagens de forma gradativa. O drama e o romance são equilibrados o que deixa a leitura prazerosa. A forma de comunicação entre os dois é fascinante, mesmo nos momentos do silêncio havia sintonia entre os dois. O desfecho é simplesmente lindo e emocionante. 


Próximo livro da série Signos do amor.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥