Exposição "Com Ciencia de Patricia Piccinini" no CCBB RJ





Oi amigos tudo bem!!!!

Um dos hobbies que mais gosto depois de ler, é visitar exposições. A última foi do Castelo Rá Tim Bum aqui no CCBB no Rio de Janeiro post aqui. Quando soube da exposição da artista Patricia Piccinini, fiquei mega curiosa, pois ela tem um modo bem peculiar de mostrar a sua imaginação.



Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Rua Primeiro de Março, 66 - Centro
CEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)
(21) 3808-2020
ccbbrio@bb.com.br
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.




Sinopse
Para trazer a questão das mutações genéticas para o território da arte, a artista australiana apresenta um universo de criaturas desconhecidas, porém palpáveis e surpreendentemente afetuosas. ComCiência, um neologismo que carrega sentido duplo, conectando consciente e ciência, propõe ao público um percurso narrativo entre esculturas, desenhos, fotografias e vídeos.

Curadoria: Marcello Dantas

A confortadora - Patricia Piccinini


Essa exposição é impactante, totalmente realista, a cada imagem ele provoca diversas sensações indescritíveis, as palavras impressionante, surreal, sinistro, bizarro sem encaixa totalmente nessa viagem ao desconhecido.

Indiviso - Patricia Piccinini


A cada obra vista, podemos sentir o quanto Patricia utiliza a forma humana em mutação, usando cabelos de verdade e misturando a realidade com o desconhecido. É uma oportunidade de fazer a sua imaginação viajar, de relacionar esses seres ao mundo desconhecido e idealizado por ela em sua exposição.

De bruços - Patricia Piccinini



É quase impossível não pensar em um livro com tais personagens, o primeiro pensamento foi a obra de Ransom Riggs com o livro O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, pois a forma de cada criação mostra a mutação de cada ser e seu relacionamento com o humano. É realmente incrível essa exposição. Ela estimula suas sensações mais obscuras, medo, pavor, simpatia, estranheza, e estila seu sentido auditivo nas imagens expostas.



Patricia Piccinini (nascido em 1965 em Freetown , Serra Leoa ) é uma artista australiana que trabalha em uma variedade de meios, incluindo pintura, vídeo, som, instalação, impressões digitais, e escultura. Em 2014 ela foi premiada com o Prêmio artista por prêmios da Fundação Arte de Melbourne para as artes visuais.





O visitante - Patricia Piccinini



De acordo com a Galeria de Arte da Austrália do Sul, Austrália:

Piccinini tem uma atitude ambivalente em relação à tecnologia e ela usa sua prática artística como um fórum de discussão sobre como os impactos da tecnologia sobre a vida. Ela é muito interessados ​​em ideias como contemporâneas da natureza, o natural eo artificial estão mudando nossa sociedade. Obras específicas abordaram preocupações sobre biotecnologia, como terapia genética e investigação em curso para mapear o genoma humano ... ela também é fascinado pelos mecanismos da cultura de consumo ".

O Skywhale foi um trabalho encomendado pelo Governo ACT para o seu ano centenário. O ABC descreveu o trabalho como "um balão de ar quente na forma de um animal de tartaruga com enormes tetas pendentes feitos a partir de quatro hectares de nylon."O balão custa US $ 300.000 e tem sido objecto de comentários feitos pela ACT Chief Ministros Jon Stanhope e Andrew Barr.

Grande Mãe - Patricia Piccinini


Em 2015 ela apresentou como parte de uma exposição colectiva intitulada Menagerie no Centro de Arte Contemporânea Australiana, Melbourne.

Em uma entrevista de 2014, com o Sydney Morning Herald, Piccinini disse do seu trabalho: "É sobre a evolução, a natureza - como a natureza é uma coisa tão maravilhosa, estamos aqui apenas para testemunhar isso, ele não está aqui para nós - engenharia genética, mudando . do corpo " Após sua vitória em 2014 Prêmios da Fundação Art Melbourne, ela passou a dizer que:

'' A coisa sobre este prêmio em alguns níveis é que o meu trabalho ... tudo isso tem esse primeiro impacto, o tipo de impacto do espetáculo. É muito bem feito, forte, estético, para que as pessoas estão interessadas em que e chama-los, e então eles ficam interessados ​​na idéia. Demora um tempo para chegar à ideia. Não é fácil. Então este prêmio diz: 'Nós obtê-lo, nós temos o que você está tentando fazer, temos ido além da superfície, podemos ver que há ideias por baixo, e essas idéias são sobre a oportunidade para a conexão'. ''  Fonte Wikipedia.












Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 - CentroCEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)(21) 3808-2020
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.
Acompanhe o LJI pelo snapchat





Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥