Resenha "Você se lembra de mim?


Classificação




Informações do livro
Titulo: Você se lembra de mim?
Autor/a: Megan Maxwell
Editora: Planeta Brasil - Selo Essência
Gênero: Literatura Internacional/Romance
Livro enviado para resenha em parceria Planeta Brasil.


Alana é uma mulher independente que não acredita no amor e tem na profissão sua única razão de viver. Jornalista freelancer, é enviada a Nova York para escrever uma reportagem sobre a metrópole, onde conhece o atraente Joel Parker. Quando ela descobre que aquele homem bonito e sedutor que tem lhe feito companhia nos últimos dias é um militar, como seu pai uma lembrança que ainda a assombra , a jornalista desaparece sem deixar vestígios. Apesar de resoluta em sua vontade de se afastar do capitão da Marinha americana para não repetir a história de sofrimento de sua mãe, ela não conseguirá aplacar o desejo de seu coração por Parker. Quem vencerá essa disputa entre razão e emoção? O passado de sua mãe irá assombrá-la ainda mais ou irá ajudá-la a esclarecer muitas questões mal resolvidas?


Esse foi o primeiro contato com a autora Megan Maxwell conhecida por escrever o livro Peça-me o que quiser, que é voltado para o gênero Hot. Apesar de gostar desse gênero, conhecer a escrita da autora com o livro Você se lembra de mim? Foi uma escolha certa, gostei muito do enredo apesar de receber mensagens no Instagram de pessoas que se sentiram incomodadas com o livro. Mas é como sempre digo a percepção de cada pessoa é totalmente diferente.


O livro é narrado em terceira pessoa, a nota da autora no início é importante e informa que a primeira parte do livro “Espanha, 7 de dezembro de 1960” é uma história que tem como foco a vida de seus pais e na segunda parte trinta e cinco anos depois em Madri no ano de 2003 que fala da filha do casal Alana, mas como ela descreve na nota, a segunda parte é fictícia nada que a personagem vive é baseado na vida da autora, e alguns fatos foram alterados para adequar a história.


Carmem e Loli resolvem sair da Espanha e tentar uma vida melhor na Alemanha, onde foram contratadas pela empresa Siemens, seu pai muito amável e protetor aceita essa decisão e apoia que suas filhas pudessem almejar um futuro melhor. Nessa viagem cansativa elas conhecem Tereza uma pessoa bem simples criada em um orfanato, e que também estava indo para o mesmo destino. Logo se inicia uma amizade.


Chegando na Alemanha fazia um frio terrível que as três enfrentaram com muita determinação, ao chegar na pensão para mulheres elas se instalam e logo conhecem Renata uma alemã com descendência espanhola por parte de pai, e seu comportamento despojado e moderno é o que mais chama atenção, o fato de fumar e usar calças compridas era algo inconcebível para Carmen, Loli e Tereza. A amizade se inicia e durante o tempo que estão na Alemanha as quatro amigas serão muito unidas e irão aprender a se virar, aproveitam a liberdade de ser independente, nunca deixam de falar com sua família, que tem uma base muito sólida e amorosa.


Loli e Carmem tem idade em torno dos 21 anos e são muito unidas, Carmem é a mais nova e tem uma personalidade forte e não leva desaforo para casa, ela tem como hábito escrever em seu diário alguns fatos importantes em sua vida, e Loli é mais conciliadora e amorosa, Tereza é uma pessoa ingênua e Renata a mais madura do grupo, elas trabalham muito e nas horas vagas curtem a vida, indo para bailes e conhecendo novas pessoas. É nesse momento que Carmem conhece o grande amor de sua vida, um militar americano chamado Teddy Diaz que terão uma linda e triste história de amor. É comovente como eles enfrentam as diferenças de cultura, enfrentam a guerra iminente do Vietnã, e outros fatos da época que abalou o mundo.


Trinta e cinco anos depois conhecemos Alana fruto do amor entre Carmem e Teddy, uma mulher independente, jornalista, com emprego estável na revista Exception, junto com sua amiga Isa fotografa da revista elas viajam para Nova Iorque para realizar uma reportagem sobre eventos, e nessa viagem sua mãe insiste que ela leve seus diários que conta a história de amor com seu pai, uma peça importante para o enredo da história. Nem tudo são flores na vida de Alana depois de ser abandonada por seu noivo uma semana antes do casamento alegando que ela não era o amor de sua vida, ela tem uma chefa tirana e invejosa é uma pedra no seu sapato. Mas essa viagem além de render pontos com sua chefe, ela conhece Joel Parker um rapaz lindo e bem-humorado que se interessa por ela.

Foto Autoral Danielle R Casquet- Proibida reprodução

Alana depois da desilusão com seu ex noivo demora para baixar a guarda, e para piorar a situação ela descobre que Joel é militar, seria ironia do destino ela se interessar também por um militar igual a sua mãe...

Passado essa primeira má impressão aos poucos o gelo vai se quebrando com a insistência de Joel é forte, e Alana ainda com receio acaba se entregando a essa paixão arrebatadora e sua vida muda radicalmente com tudo que irá acontecer. Os mesmos receios que sua mãe tinha a respeito do futuro incerto com Teddy, ela irá viver com Joel capitão da Marinha. O passado de sua mãe é o que pesa em sua vida, ela não conheceu seu pai, e ela conhecia de cor a história de sua mãe e todo o sofrimento pela sua história não ter dado certo, e ter que enfrentar uma época onde ser mãe solteira era uma abominação, mesmo o apoio incondicional de sua família, ela se agarrava nas lembranças que passou com seu grande amor.

Megan Maxwell transporta o leitor para uma história cheia de reviravoltas, contadas em detalhes o passado e o presente de forma sucinta e emocionante, a musicalidade marca os fatos dos personagens, assim como a presença da Coca-cola é marcante (kkkkkkk). Carmen é uma mulher guerreira, com uma personalidade muito forte e que logo ganha a simpatia do leitor. Alana também tem algumas semelhanças com sua mãe, mas em alguns momentos demonstra imaturidade e impulsividade, isso incomodou um pouco por que a idade de 38 anos de Alana é algo que pesa quando falamos de maturidade, não é mesmo.


Mas o enredo em si é emocionante, a carga emocional da primeira parte do livro é crível, e a segunda parte fictícia é interessante e bem dinâmica. A autora soube trabalhar bem a segunda parte do livro que envolve romance, humor, desafios e amizade. Podemos contar com a parte sensual do romance entre Alana e Joel, mas nada muito erótico como costuma ser em seus livros. O desenvolvimento dos personagens secundários é interessante, são uma peça importante para o enredo e tem personalidade distintas e podemos conhecer a história de vida de algumas delas.

Fiquei muito satisfeita com o livro, é uma narrativa que prende o leitor, diálogos espirituosos, fatos reais da época e romance, o livro tem um enredo sólido, apesar de desperta a curiosidade do leitor de querer saber fatos de alguns de outros personagens, e isso é bom por que mostra que soube interagir todos nessa linda história de amor. Mas uma coisa que não me conformo e que não posso dizer a vocês é como a história real de Carmem e Teddy fica, sabemos que o final é alterado pela nota da autora, portanto a história vai ficar marcada com a frase clássica... E se???

A edição do selo Essência da Editora Planeta Brasil está ótima, a capa condiz com a história que mostra a personagem Alana lendo a história de sua mãe no diário, e o título é uma lembrança linda da história de amor entre Carmem e Teddy. Recomendo a leitura para quem gosta de um bom romance, ela me agradou de todas as formas. Boa leitura.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥