Resenha "O segredo do meu marido"



Classificação



Informações do livro
Titulo: O segredo do meu marido
Autor/a: Liane Moriarty
Editora: Intrinseca
Gênero: Literatura Internacional/Romance 
Livro enviado meta de leitura 2016 na maratona MLI do Geek freek.


Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta para ser aberta apenas depois que ele morresse. Imagine também que essa carta revela o pior e o mais profundo segredo dele - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você esbarra nessa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo...
Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar de sua pequena comunidade, uma esposa e mãe devotada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela.
Emocionante, O segredo do meu marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.

Oi amigos!


Quando resolvi participar do MLI 2016 vi uma oportunidade boa para interagir e para ter um motivo para ler meus livros parados e na primeira semana o tema era exatamente esse, “Semana 1: Encalhados -Livros que estão na estante há mais de um ano”. A escolha do livro de Liane Moriarty foi bem aleatória e me surpreendeu, vamos a resenha.

O núcleo desse livro gira em torno de três famílias que no decorrer da história serão entrelaçadas de forma inusitada, seja ela por amizade, tragédia e traição, e o mais intrigante é que o livro se torna incrível pela forma da narrativa em primeira pessoa, e lidando com o dia a dia de cada família diante das adversidades.

Cecilia Fitzpatrick é mãe três lindas meninas Isabel, Esther e Polly e esposa exemplar de Jonh – Paul um marido exemplar que esconde um segredo de sua família. Tudo isso começou quando Esther sua filha do meio iniciou uma pesquisa sobre o muro de Berlim, e Cecilia tinha guardado no sótão um pedaço do muro ou era o que ela imaginava, mas na procura dessas lembranças ela derruba sem querer umas caixas de Jonh-Paul, e nele continha uma carta com esses dizeres.

“Para minha esposa, Cecilia Fitzpatrick
Para ser aberto apenas na ocasião da minha morte. ”


Como lidar com uma carta com esses dizeres? E não ser vencida pela curiosidade, sem criar um milhão de motivos que levaram John – Paul a escrevê-la, um milhão de motivos para justificar o comportamento estranho de seu marido nos últimos meses, a partir daí que a história fica perfeita.

E um outro lugar Tess estava lidando com o pior dia de sua vida. Casada com Will e mãe de Liam um menino de 6 anos, ela achava que tinha o casamento perfeito, eles tinham uma agência de publicidade onde sua prima e melhor amiga Felicity trabalhava e convivia diretamente com eles, fazia parte da família em todos os momentos.  Felicity e Will revela para Tess uma notícia chocante que desmorona sua vida, Tess após o choque resolve ir para Sidney para casa de sua mãe Lucy.


E para completar conhecemos Rachel uma senhora amargurada pela morte de sua filha ainda adolescente, um crime que consumiu seus pensamentos durante anos e teses de quem poderia cometer uma atrocidade como essa. Após o falecimento de seu marido, Rob seu filho casado com Lauren e pais do pequeno Jacob, era o que restava e dava sentido para sua vida. Mas uma mudança radical para New York irá desfazer essa tranquilidade, deixando-o ansiosa e pegando mais bronca de sua nora.


O que essas famílias têm em comum? Todos estão em uma cidade chamada Melbourne na Austrália, e suas histórias serão interligadas diante de acontecimentos que irão movimentar a vida tranquila e aparentemente feliz de todos. Um drama familiar que irá prender o leitor e conviver com esses personagens intensamente. O mais interessante do livro é o dia a dia simples com um toque de drama na medida certa, e um mistério por traz de uma carta, que desencadeou uma reviravolta inacreditável. Ela intercala a narrativa com esses personagens, por vezes voltando ao passado para justificar o presente, e saber o que esperar do futuro.

A construção dos personagens é o diferencial nesse livro, eles são reais, intensos e transmitem a dúvida o sofrimento diante dos fatos. O segredo é revelado depois de alguns capítulos, algo que pode ser óbvio para algumas pessoas e surpreendente para outros da forma como ela amarra os fatos de cada personagem. A narrativa é simples, porém misteriosa, cada personagem se envolve de um jeito quase que inevitável.

Na leitura eu me peguei torcendo por uns personagens, e querendo entrar no livro para matar outros, ela realmente cria situações que faz o leitor questionar atitudes e não querer aceitar as coisas como eles são. E claro quando um livro te prende a esse ponto, logo a leitura se torna rápida e com uma ressaca daquelas.


O livro é realmente a caixa de Pandora, pois após lida a carta, a revolução na vida de cada um é nítida e catastrófica. Se ainda não tinha classificado ela como rainha do drama, ela entrou no hall com louvor, a narrativa é perfeita, não exagera nos fatos, e deixa um epilogo de deixar qualquer leitor surpreendido. Super recomendo a leitura.

Próximo livro que pretendo ler de Liane Moriarty.





E para a segunda semana da Maratona o tema e o livro escolhido é:

Semana 2: Hype
Livros que receberam uma quantidade grande de promoção; que foram muito falados.



Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥