Resenha "Raio de sol"



Classificação



Informações do livro
Titulo: Raio de sol
Autor/a: Kim Holden
Editora: Planeta Brasil - Selo Outro Planeta
Gênero: Literatura internacional/Romance - Sick-lit - Drama
Skoob
Livro enviado para resenha em parceria Editora Planeta Brasil.

Segredos.
Todo mundo tem um.
Alguns são maiores que os outros.
Alguns, quando revelados,
Podem curar você...
E outros podem acabar com você.
Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.
E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo.


Eu sou aquelas pessoas que escolhe um livro pela capa, e tenho a felicidade em dizer que, das muitas escolhas que fiz foram leituras surpreendentes. E Raio de Sol foi uma delas. A capa e o título são chamativos, mas jamais pensei que o livro fosse mexer tanto comigo, uma história singela e cheia de emoção.

Kim Holden tem uma narrativa perfeita em primeira pessoa e criou personagens cativantes e inesquecíveis, e uma história que apesar de linda é triste, portanto preparem os lenços de papel, por que lágrimas vão rolar.

Kate Sedgwick é a protagonista, uma menina de 19 anos, com uma personalidade forte, positiva, inteligente, e incrivelmente inspiradora, toca violino lindamente, e traz marcas profundas em sua vida. Seu melhor amigo e amor de sua vida Gus é o seu porto seguro, desde que ela e sua irmã Grace eram pequenas, eles brincavam juntos e tinham todo o carinho de Audrey mãe de Gus, que foi referência materna para Katie e sua irmã, já que sua mãe nem se quer se dava o trabalho de criar as filhas. E no decorrer do livro aos poucos descobrimos como foi a sua vida, e os motivos dela ser uma pessoa extremamente positiva, e que tinha o dom de ver o lado bom das pessoas, e claro de ser carinhosamente chamada de Raio de sol por Gus.


Foto Autoral de Dani R Casquet - Proibida reprodução

Decidida ela sai da ensolarada San Diego, na Califórnia e se muda para Grant em Minnesota, para estudar e poder realizar o sonho de dar aulas para pessoas especiais. Logo que chega na cidade ela percebe a diferença da vida que deixou para trás. Ela se instala no alojamento na faculdade, conhece Clayton que logo ela percebe que é gay pelo seu jeito estiloso de se vestir, logo engatam uma amizade, e descobrem que seus quartos são porta com porta.

 Na sua exploração por Grant, ela conhece um pequeno café chamado Grounds, que é sua paixão diária, puro e sem açúcar, lá conhece Romero, e que logo indica a floricultura para Kate que estava em busca de emprego. E assim conhece Shelly e a afinidade é instantânea. Assim Kate está rodeada de boas pessoas, e enfim ela começa a respirar mais tranquila, faculdade, trabalho, bons amigos e Gus que apesar de estar envolvido com sua banda Rook e a gravação do CD e turnê, nunca deixou um dia se quer de falar com Kate, suas conversas sempre engraçadas e espirituosas, cercada de carinho era o que Kate precisava para continuar lutando.

Um dia ela passa no Gronds para sua dose diária de cafeína, ela avista atrás do balcão Keller Banks, seus olhos azuis e o jeito descontraído não passam despercebido por Kate, e ele corresponde da mesma forma o choque da surpresa e atração, logo eles viram amigos e uma presença marcante na vida um do outro.

Foto Autoral Dani R Casquet - Proibida reprodução
O que era para ser um livro new adult cheio de clichês, fui surpreendida pela forma descontraída da narrativa, conhecendo cada um dos personagens, e conhecendo a versão de Keller no decorrer dos dias. A jornada de Kate é narrada por dia e inicia em 22 de agosto onde ela relata junto com Keller a sua vida. Ela tem um carinho grande por sua irmã Grace, que é lembrada a todo o momento de um jeito todo especial, o pôr do sol é um dos momentos favoritos, onde juntas curtiam de mãos dados o show do entardecer.

Esse livro é simplesmente maravilhoso, Kim Holden me cativou de todas as formas, criando personagens fortes e destemidos, mas que ao mesmo tempo enfrentam a vida do jeito que pode. O poder da amizade e lealdade é marcante e dá um toque de leveza ao livro no decorrer da leitura. A construção dos personagens é perfeita, todos eles são uma peça importante ao enredo, e Kate ganha um espaço enorme com seu jeito de ser.


Foto Autoral Dani R Casquet - Proibida reprodução
É um livro que me deixou com sentimentos em frangalhos, autora explora a vertente do Sick-lit de forma que emociona o leitor, nada exagerado e dramático, e é isso que o torna leve e verdadeiro. Leva o leitor a refletir de como viver intensamente, cultivar boas amizades, cultivar bons sentimentos e como ela mesmo diz ao Gus, faça épico.

O livro é carregado de amor, amizade, um romance lindo e marcante. Mesmo diante de uma reviravolta que me deixou em pedaços é um livro maravilhoso do jeito que tem que ser, o mais gostoso desse livro também é a musicalidade, citando alguns dos meus sons favoritos como Rock, dubstep, house, baladas românticas que dão um toque especial na narrativa. E coisa simples como café, chocolate twix e ver o pôr do sol deixa a leitura doce e surpreendente.
Super recomendo esse livro.


                                          

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥