Resenha "Curtindo a Vida Adoidado"



Classificação

Informações do livro
Titulo: Curtindo a vida adoidado
Autor/a: Tood Strasser
Editora: Gutemberg
Gênero: Literatura Internacional/New adult
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Gutemberg



Em comemoração dos 30 anos do filme de John Hughes
A vida passa rápido demais. E se você não parar de vez em quando para vivê-la, vai acabar perdendo o seu tempo.
Os pais de Ferris Bueller realmente acreditaram que ele estava doente. A sua pior atuação em anos, e eles haviam caído nessa. Ferris não esperava que fosse fácil convencer o amigo, Cameron, a sair de sua fossa interior para acompanhá-lo em um dia onde o céu era o limite e não haveria nada que eles não pudessem fazer. Tirar a namorada, Sloane, da aula seria a parte fácil do plano, mesmo com a marcação cerrada do diretor Rooney e a perseguição de Jeanie, a explosiva irmã de Ferris.
Tendo Chicago inteira como parque de diversões e com a missão de fazer com que seu dia de folga seja incrível, Ferris não aceitará ter nada menos que o dia mais inesquecível de sua adolescência tão inesquecível quanto o filme de John Hughes, que completa 30 anos em 2016.
Considerado uma das obras mais importantes do cinema e o retrato de uma geração, Curtindo a vida adoidado é a expressão do sonho de jovens de todas as épocas. Afinal, quem nunca quis fugir de uma aula chata para curtir um dia lindo na companhia de seus melhores amigos?
Publicado pela primeira vez no Brasil em formato de romance, esta edição comemorativa contém altas doses de encrencas, aventuras e desculpas esfarrapadas!
Salve Ferris!
Oi amigos!!!


Ferris Bueller, é o típico rapaz de 18 anos, popular de uma maneira bem diferente, seu modo de levar a vida e uma lábia sem igual ele consegue burlar quaisquer regras, e seus pais acham que seu filho é um exemplo de pessoas, somente Jeanie sua irmã sabe quem realmente é seu irmão, mas sua fama de mala sem alça acaba que ninguém acredita, que Ferris é um rapaz malandro.



Junto com seu amigo Cameron, que é totalmente hipocondríaco e medroso, eles se envolvem em diversas confusões, Cam sabe que toda presepada que eles se envolvem a culpa vai cair sobre ele, mas o poder de persuasão de Ferris é tão perfeito que fica impossível não ceder aos argumentos convincente de seu amigo.



Sloane é namorada de Ferris, linda, inteligente e popular, ela poderia namorar qualquer rapaz do colégio, mas é Ferris que tem seu coração, sua maneira descontraída de levar a vida foi o que chamou a sua atenção, atraente a sua maneira e com um papo sem igual, ela se apaixonou pelo jeito leve e displicente de ser.
Um belo dia na residência dos Bueller, pais correndo para não se atrasar no trabalho, seus irmãos mais novos brigando, ele está em sua cama pensando em aproveitar melhor o seu dia radiante em uma bela manhã de primavera, seu pensamento lógico era, por que desperdiçar esse dia tão lindo indo para o colégio. E assim ele começa a tramar uma desculpa convincente para enganar seus pais mais uma vez.


Em seu quarto ele bola a desculpa mais esfarrapada de todas, e claro seus pais caem direitinho, e somente Jeanie sua irmã percebe a picaretagem do irmão, ela sabe que falar é em vão, já que a fama de certinho é inabalável. Após a primeira etapa concretizada, ele liga para Cameron, que tinha em mente ter um dia vegetativo na cama, e após diversos apelos de Ferris ele é convencido a sair de casa. O próximo passo é pegar Sloane no colégio, após ligar para sua mãe e perceber que definitivamente a mãe não o suporta, ele bola um plano quase que impossível de resgata-la.



Na casa de Cam, um verdadeiro mausoléu como Ferris descreve, ele insiste em sair com a Ferrari preciosa do pai de Cam, mas nenhum dos apelos do amigo foi capaz de impedir a audácia de Ferris, que liga para o colégio, simula uma desculpa furada e consegue enganar o diretor Rooney, que é conhecido pelos alunos por alguns apelidos nada lisonjeiros. Ele percebe que algo está acontecendo e que Ferris está aprontando uma mais uma vez, portanto por questão de honra ele sai em uma caçada insana atrás de Ferris.




Ler esse livro me fez lembrar de cada cena do filme, que na minha opinião foi totalmente fiel, todos os detalhes e acontecimentos descritos nesse livro, foi uma nostalgia boa ler esse livro edição de comemoração dos 30 anos do filme de John Hughes. Os três personagens centrais são totalmente diferentes entre si, mas é uma amizade inusitada e interessante, e Cam coitado é o que mais se mete encrencas nesse livro. Mas Ferris tem uma filosofia de vida que é muito bem retratado no livro, de viver o presente intensamente, de curtir o que a vida tem de bom, quem nunca se meteu em uma aventura no colégio? Que meus pais não me escutem... kkkkkkkk



O visual do filme totalmente anos 80, embalados por músicas que marcaram a época é o outro ponto positivo do livro, Ferris é um personagem tão convincente que fica totalmente hilário a leitura desse livro, os acontecimentos no decorrer do livro são mais ainda divertidos e emocionantes, vale a pena a leitura. Um clássico obrigatório!!!!!


A edição desse livro está maravilhosa, capta totalmente a essência da história, que li em uma tarde, para ilustrar essa resenha coloquei algumas imagens, e montei a playlist no Spotify para entrar no clima de Curtindo uma vida adoidado, são bandas da época que eu adoro, e claro a lendária música que eternizou a cena do diretor Ronney - Oh Yeah.






Algumas músicas que eternizaram o filme


                                                    

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥