Resenha "George"





Classificação

Informações do livro
Titulo: George
Autor/a: Alex Gino
Editora: Galera Junior
Gênero: Literatura Internacional/Infanto-juvenil - LGBT
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Galera Junior.


Seja quem você é. Quando as pessoas olham para George, acham que veem um menino. Mas ela sabe que não é um menino. Sabe que é menina. George acha que terá que guardar esse segredo para sempre: ser uma menina presa em um corpo de menino. Até que sua professora anuncia que a turma irá encenar “A teia de Charlotte”, e George quer muito ser Charlotte, a aranha e protagonista da peça. Mas a professora diz que ela nem pode tentar o papel porque... é um menino. Com a ajuda de Kelly, sua melhor amiga, George elabora um plano. E depois que executá-lo todos saberão que ela pode ser Charlotte — e entenderão quem ela é de verdade também.


Oi amigos, tudo bem?

Nesse livro conhecemos George, ela tem apenas dez anos, e tinha uma certeza absoluta em sua vida, ela não era um menino. Morava com sua mãe e seu irmão Scott, mas eles não faziam ideia do que se passava em sua cabeça. Pensamentos conflitantes e dúvidas que uma criança tinha que superar e conviver com pessoas que ainda não tinham tato para lidar com seu comportamento.


Ela era uma menina e essa a maior afirmação que tinha em sua vida, na escola ela sofria por ser diferente, até entrar no banheiro dos meninos era totalmente desconcertante. Sua amiga Kelly era a sua única companhia, mas ela não fazia ideia que a George, queria profundamente ser menina, ela se via menina, se sentia menina, e tinha muitas dúvidas e medo das pessoas que não sabiam lidar com essa decisão.



Na escola ela ainda tinha que enfrentar Jeff, um menino marrento e mimado que tinha o dom de magoar George, chegando a agredir e ofender com palavras ofensivas. Tudo se transforma, quando Sra.Udell sua professora anuncia que será feito adaptação do livro “A teia de Charlotte”, e todos os alunos teriam a oportunidade de fazer o teste para interpretar os vários personagens desse livro. George queria ser Charlotte a aranha, mas o empecilho era que o papel era interpretado por uma menina.


Começa então uma luta interior, segredos sendo revelados e a certeza cada vez mais marcante em sua vida. Sua amiga Kelly será uma presença leve e considerável em sua vida, sua mãe e irmão pessoas extremamente importantes que aos poucos começam a ver George com outros olhos.

Esse livro foi o meu primeiro contato com a literatura LGBT, e foi um livro tão singelo que me tocou profundamente. Ele demostra todos os sentimentos que uma pessoa possa ter ao se ver diferente daquilo que é. Nesse livro não cabe julgamentos, mas sim uma reflexão tão profunda, que paramos para pensar, de como uma criança ainda tão nova já tenha dentro de si a certeza de ser uma pessoa diferente da que realmente é.



George é tão profundo nesse livro, que é impossível não torcer a favor. E esse livro do modo como foi narrado é simples, e uma leitura que pode ajudar muitas crianças que ficam com receio de se revelar, seja pela família que não aceita, e pela sociedade que não está pronta para lidar com as escolhas, e nem ao menos respeita-la. Mostra também como uma criança também pode ser cruel e ter como preconceito uma marca que traz da própria família.


A leitura desse livro foi linda, ao mesmo tempo sofrida, falta empatia por parte das pessoas para tentar compreender as escolhas que fazemos em nossa vida, portanto eu recomendo a leitura desse livro por todas as idades, e leiam com o coração.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥