Resenha "Golem e o Gênio"

Golem e o Gênio

Classificação
Informações do livro
Titulo: Golem e o Gênio
Autor/a: Helene Wecker
Editora: Darkside - Darklove
Gênero: Literatura Internacional/Fantasia
Skoob
Livro enviado para resenha em parceria Ed.DarkSide.
Os confrontos e as barreiras vividas por duas culturas tão próximas, ainda que aparentemente opostas. Em Golem e o Gênio, premiado romance fantástico que a DarkSide traz ao Brasil em 2015, o leitor se transporta à Nova York da virada do século XX, em uma viagem fascinante através das culturas árabe e judaica. Seus guias serão poderosos seres mitológicos.
Chava é uma golem, criatura feita de barro, trazida à vida por um estranho rabino envolvido com os estudos alquímicos da Cabala. Ahmad é um gênio, ser feito de fogo, nascido no deserto sírio, preso em uma antiga garrafa de cobre por um beduíno, séculos atrás. Atraídos pelo destino à parte mais pobre de uma Manhattan construída por imigrantes, Ahmad e Chava se tornam improváveis amigos e companheiros de alma, desafiando suas naturezas opostas. Até a noite em que um terrível incidente os separa. Mas uma poderosa ameaça vai reuni-los novamente, colocando em risco suas existências e obrigando-os a fazer uma escolha definitiva.

Oi tudo bem? Sim, eu estou viva! E venho trazer para vocês a resenha de um livro diferente, instigante e lindo!
Golem e o gênio é o primeiro da Helene Wecker e foi lançado aqui no Brasil pela editora Darkside no ano passado e conta a história de dois seres sobrenaturais totalmente diferentes que estão presos de alguma maneira!

Chava é uma golem uma criatura feita do barro pertencente a mitologia hebraica foi criada na Alemanha por um misterioso cabalista a pedido de Otto Rotfeld um homem solitário que queria uma esposa, mas não conseguia devido sua nada boa reputação e em uma atitude desesperada de sua parte faz esse pedido a Schaalman o que não é algo comum já que a natureza do golem é voltada para a proteção, para a realização dos desejos de seu amo, mas o rabino aceita o desafio e assim ela é criada, e é encaixotada e levada para um navio para Nova Iorque e dentro deste navio foi acordada por seu mestre, mas sua chegada em NY  é solitária o que a deixa extremamente desnorteada já que sua natureza é realizar os desejos do seu mestre e sem ele ela ove os desejos de todos, e sem nenhum entendimento do mundo isso quase a leva a loucura o que não acontece graças ao rabino que a reconhece como uma criatura sobrenatural e a acolhe.


Paralelo a isso temos um ferreiro na comunidade síria em Nova Iorque que recebe uma antiga garrafa para ser consertada e no meio deste trabalho sai desta garrafa Ahmad, um gênio figura pertencente a mitologia árabe feito do fogo que ficou preso durante milênios por uma maldição que ele não sabe quem ou quando a fez, e durante a narrativa vemos um ser ousado e intenso como as chamas que o criaram aprendendo tudo e principalmente a lidar com a fragilidade que o corpo humano no qual ele está preso o impõe, e a todo momento vivendo um dilema para se acostumar com essas limitações já que sua natureza o torna livre como o vento.

Durante a leitura do livro vemos o nascer de uma amizade de aprendizado mútuo entre humanos e criaturas sobrenaturais. onde as fragilidades e medos se encontram e transformam toda a narrativa em algo delicado e ao mesmo tempo intenso, percebemos que os seres humanos não são tão frágeis quanto parecem e que os seres místicos não são tão poderosos, ou seja, todos possuem virtudes e defeitos.

Durante minha leitura vi diversos questionamentos sobre diversos assuntos e o mais forte é sobre a religião, sobre os limites e limitações dela, uma narrativa focada em diversos personagens com seus questionamentos pessoais e que no todo se misturam e se completam, e no meio deste turbilhão uma amizade bonita nasce entre estas duas criaturas distintas.

O livro é narrado em terceira pessoa e com poucos diálogos, o que o torna um pouco lento e sem muitas ações, mas encanta com sua narrativa, confesso que não sou fã deste tipo de livro, sempre tive bastante dificuldade com esse tipo de narrativa, mas a leitura fluiu bem com este livro, e eu acredito que o fato se deu pela qualidade da escritora em escrever uma história envolvente que mesmo no momento em que não se falava sobre um determinado personagem no final as histórias se ligavam.



Não consigo nem pensar em adjetivos para poder falar desta edição da darkside, nunca vi tanto zelo e capricho na edição de um livro, a beleza e a qualidade desta edição me ganharam por completo, sem falar nas notas de rodapé que sempre nos ajudavam quando surgiam palavras totalmente diferentes do nosso vocabulário.

Golem e o Gênio é um excelente livro para sairmos da nossa zona de conforto, ele nos tira da caixinha, e nos faz emergir em duas culturas super diferentes e ricas em sua essência, traz a delicadeza misturada a selvageria, a intensidade com a retidão, um mix de contraditórios que o torna único. Nos faz conhecer aspectos da mitologia que não é comum para todos nós e que mesmo ambientado em uma outra época traz questionamentos tão sérios e tão atuais, então digo com toda convicção que este livro é essencial no currículo de qualquer leitor apaixonado e curioso.

Espero que vocês tenham gostado, um grande beijo e até a próxima!



Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥