Resenha "Pecados no Inverno"



Classificação

Informações do livro
Titulo: Pecados no inverno
Quatro estações do amor
Autor/a: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Internacional/Romances de época
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Arqueiro.

Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela!
A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão.
Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.





Depois de um final de deixar qualquer leitor desesperado pelo terceiro livro, descobri enfim a linda história de Lisa Kleypas reservou para a personagem Evangeline Jenner (Evie), das flores secas, ela era a que mais sofria na mão da família, a sua gagueira e sua beleza peculiar com seus cabelos ruivos e sardas proeminentes, atrapalhava sua interação com as pessoas, e claro arrumar um pretendente, mas nesse livro ela se revela quando toma sozinha decisões sobre seu destino, surpreendendo a todos com sua ousadia e força.



Evie era totalmente vítima do seu destino, após a morte de sua mãe, seu pai a deixa aos cuidados da família materna, ainda pequena ela tinha um relacionamento bom com seu pai, porém Jenner era ex-pugilista e dono de uma casa de jogos, uma posição que era condenada pela sociedade, e quando ela alcança a adolescência e discernimento para entender que o local não era apropriado, as visitas passam a ser esporádicas, até que a família materna a proíbe de vez de ver seu pai.


Foto autoral de Dani Casquet - Proibida reprodução

Evie não podia estar em uma situação pior, nos dois primeiros livros percebemos o quanto ela é tímida e um pouco ingênua, Annabelle, Liliam e Dayse tentam sempre enturma-la e dão conselhos para que ela tente ao menos interagir com as pessoas, mas sua família é cruel e os castigos horríveis que ela sofre é desconhecido pelas suas amigas. Agressões e a privação de alimento são uma das coisas que ela sofreu em poder de seus tios e tias, que tinham um único objetivo, ficar com a herança que ela herdaria com a morte de seu pai, e que estava para acontecer, pois sua tuberculose deixava-o cada dia mais fraco e moribundo.



O que acontece para que esse cenário mudar é algo totalmente inusitado. E tem tudo a ver o que ocorre no segundo livro com Liliam, Marcus e Vicent, uma reviravolta que vai definir o plano de fundo desse terceiro livro. Evie procura Vincent para uma missão totalmente surpreendente, ela propõe a ele casamento com o único objetivo de se ver longe da família. Todo mundo sabe que apesar do seu titulo, ele é totalmente falido, libertino e egoísta, e claro a terrível traição que ele faz contra Marcus pesa ainda mais para sua reputação de mal caráter.


A sinopse do livro já descreve o suficiente o que leitor vai esperar desse livro, e o que tenho a dizer é que Lisa me conquistou com essas dois personagens que são totalmente opostos, tanto em personalidade e caráter, a história de Evie emociona, é triste saber como o jogo de interesse pode ferir uma pessoa, mas ela amadurece de forma convincente, sua gagueira fica menos evidente quando sua confiança se fortalece,  e que posso afirmar que ela é minha personagem favorita. Vincent é outro personagem que transcende a sua própria condição e também amadurece mesmo diante das críticas de pessoas que sofreram alguma interferência dele no passado.

Foto autoral de Dani Casquet - Proibida reprodução



É um livro rápido de ler, o jeito de descrever os detalhes continua objetivo e envolvente, o toque sensual é presente na narrativa sem jamais ser vulgar, dispensa todos os clichês dos romances de época e me deixo satisfeita com o suspense que recheia a trama. 

Mais uma vez nesse livro Lisa foi feliz na construção da história e personagens, e deixa o gancho para a última das amigas Dayse, que está desacredita pela família pois até o momento não arranjou proposta de casamento, portanto pode aguardar medidas drásticas para seu futuro, e prevejo grandes reviravoltas com uma mistura de um bom romance, humor e suspense. 




Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥