Resenha "Codinome Lady V"




Classificação


Informações do livro
Titulo: Codinome Lady V
Autor/a: Lorraine Heath
Editora: Gutenberg
Gênero: Literatura Internacional/ Romance época
Livro enviado para resenha em parceria Editora Gutenberg.

Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação.
Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.
Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes.
Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.



Quando vi o lançamento desse livro, logo fiquei curiosa para conhece-lo, é a primeira vez que ouvi falar da autora Larraine Heath e Codinome Lady V com sua premissa para lá de inusitada superou todas as minhas expectativas.

Minerva Dodger não é como as demais mulheres da sociedade Londrina, que tinham um comportamento padrão para encantar pretendentes para casamento, ela era autentica, inteligente e era conhecida por ter suas opiniões bem afiadas, é claro que os homens odiavam esse tipo de comportamento, outro fato que a incomodava era não ser atraente como as demais mulheres. Mas mesmo assim ela recebia as mais indecorosas propostas de casamento por conta do seu dote vultuoso.


Cansada desses caçadores de dotes ela toma uma decisão radical, conhecer um local chamado Clube Nightingale um lugar que permitia mulheres da aristocracia a se entregar aos seus amantes imersa ao anonimato para não manchar a reputação perante a sociedade. Foi assim que por um acaso, protegida pela sua máscara ela desperta a atenção do Duque Ashebury, um homem incrivelmente sedutor e carismático.

Assim começa uma trama sedutora entre Lady V e o Duque Ashebury, cada dia eles ficam envolvidos nesse disfarce, Ashe cada dia mais fascinado pela personalidade autentica e desinibida e Minerva cada dia mais apaixonada e cheia de desejos vividos na noite no Clube Nightingale. Mas Ashe está à beira da falência, tudo por que sua dificuldade com números o fez fazer investimentos de risco esvaziando totalmente a sua conta, e isso implica em muito nas experiências ruins que Minerva teve com os caçadores de dotes, ela quer se casar por amor, e já estava definitivamente decidida a não passar pela humilhação de ser vista somente como números.




O que transforma esse livro em uma das leituras mais interessantes que já li quando se trata de romance de época, foi a ousadia de uma personagem se aventurar em um Clube para perder a virgindade depois que decide viver sua solteirice, Minerva é determinada e não é uma pessoa resignada, pelo contrário ela só cansou de receber propostas de homens que só queriam se aproveitar de seu dote. Me peguei muita vezes morrendo de raiva da ousadia das proposta que ela recebia, uma sociedade cruel movido pela conveniência do dinheiro, status e beleza, que tornavam as pessoas fúteis e inescrupulosas.


O Duque Ashebury também tem a sua cota de bom moço, e facilmente se torna um personagem encantador, existe química nesses personagens desde o primeiro encontro, e o desenvolvimento desse relacionamento é gradativamente trabalhado pela autora de forma que convence, é uma leitura muito leve, descontraída, personagens secundários que incrementam a trama e que farão parte de um gancho nos próximos livros da série Os Sedutores de Havisham.


O final pode ser mais que esperado, mas achei muito digno, a narrativa terceira pessoa com diálogos divertidos, sensualidade na medida certa e uma história muito bem direcionada. Li esse livro rindo em diversas partes, um romance de época que foge de vários padrões, e que usa elementos modernos e criativos.





Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥