Resenha "O Menino no Alto da Montanha"

O Menino no Alto da Montanha
Classificação

Informações do livro
Titulo: O Menino no Alto da Montanha
Autor/a: John Boyne
Editora: Seguinte
Gênero: Jovem Adulto/ Literatura Estrangeira
Livro cedido pela Editora Seguinte


Quando Pierrot fica órfão, precisa ir embora de sua casa em Paris para começar uma nova vida com sua tia Beatrix, governanta de um casarão no topo das montanhas alemãs. Mas essa não é uma época qualquer: estamos em 1935, e a Segunda Guerra Mundial se aproxima. E esse não é um casarão qualquer, mas a casa de Adolf Hitler. Logo Pierrot se torna um dos protegidos do Führer e se junta à Juventude Hitlerista. O novo mundo que se abre ao garoto é cada vez mais perigoso, repleto de medo, segredos e traição. E pode ser que Pierrot nunca consiga escapar.
Oi tudo bem com vocês?
Quanto tempo não é mesmo??? Pois então, eu VOLTEEEI!!!! e hoje a resenha é bem especial, pois tem tudo o que eu mais curto em um livro um contexto histórico, bastante drama e é de um autor que se consagrou como um dos meus favoritos por sua maneira de escrever livros com um toque de realidade com temas que fazem parte do nosso dia a dia, sendo ele na escola ou nos noticiários, com uma sensibilidade incrível, e como sempre falo adoro um bom drama (sim, sou dramática por natureza!)


O livro que tornou o autor John Boyne bem conhecido foi O Menino do Pijama Listrado publicado aqui no Brasil pela editora Companhia das Letras que retrata a segunda guerra mundial, eu ainda não li este livro, mas já assisti ao filme e com toda certeza está na minha meta de leitura deste ano. O Menino do Alto da Montanha também retrata a segunda grande guerra, mas de uma forma diferente, o que vocês poderão conferir logo abaixo.


Na primeira parte do livro acompanhamos o jovem Pierrot vivendo na França junto com o pai alemão que ainda vive os horrores da primeira guerra, e a mãe francesa acompanhando as contantes brigas por motivos que Pierrot desconhece, assim como não entende o motivo de falar alemão causa tanta repulsa nas outras pessoas.
E como nada é tão simples e linear nos livros do John Boyne o pai do menino morre de repente, e o mesmo só tem a mãe e o melhor amigo judeu que é mudo. Tudo parece ir se encaixando já que a mãe se desdobra para poder manter os dois, mas infelizmente a mãe também morre por causa de uma doença, e o menino se vê indo embora da sua casa para um orfanato, lugar administrado por duas irmãs bondosas, mas desconhecido.


O que ele não esperava é que sua tia que até então não conhecia envia uma carta ao orfanato chamando-o para morar com ela em uma casa na montanha onde ela é governanta. E quando chega lá descobre que tudo o que era comum para ele mais uma vez vai mudar, só que desta vez em um grau mais alto já que ele terá de esconder sua origem francesa, mudar seu nome e esquecer do seu amado amigo judeu, já que o dono da casa não é ninguém mais, ninguém menos que Hitler, o atual líder da Alemanha.


No decorrer da leitura vamos acompanhando o crescimento do personagem e o seu amadurecimento, vemos que a proximidade com Hitler e sua ideologia afetou e muito a sua formação de caráter e a sua lealdade. A maneira como passa a se portar, a maneira como passa a falar dos ideais nazistas vão transformando aquele pequeno e inocente menino em um jovem cruel, a cópia de seu líder.




A leitura do livro flui muito rápida, já que além do tema ser algo que me agrade (adoro livros com uma pegada histórica) e o que contribui com a rapidez da leitura é que a narrativa é muito tranquila apesar de se tratar de uma história intensa.
O livro possui uma narrativa em terceira pessoa, mas sob o ponto de vista do pequeno Pierrot ajudando assim a aproximação do leitor ao personagem, misturando ficção com história levando os leitores à loucura, e com um final maravilhoso que nos faz refletir por muito tempo sobre o poder da palavra, sobre a má influência e sobre o que um discurso pode fazer com o futuro da humanidade, lembrando que o nazismo foi responsável por milhares de mortes pelo mundo. É um livro maravilhoso, com todo capricho de sempre da editora Seguinte com relação a suas obras, o que ajuda e muito na leitura.


John Boyne se sagrou um dos autores favoritos da vida com esse livro, se você busca uma leitura inspiradora capaz de te leva as lágrimas, e que te faça crescer como ser humano este é o livro, mas se você busca um livro apenas para passar o tempo essa também é a leitura indicada para você, ou seja, leia este livro e depois me conte!


Espero que tenham gostado, não deixem de comentar!


Um grande abraço e até a próxima!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥