Resenha "Frankenstein"




Classificação


Informações do livro
Titulo: Frankenstein
Autor/a: Mary Shelley
Editora: Darkside Books
Gênero: Literatura Internacional/ Terror
Livro enviado para resenha em parceria Editora Darkside Books.


Victor é um cientista que dedica a juventude e a saúde para descobrir como reanimar tecidos mortos e gerar vida artificialmente. O resultado de sua experiência, um monstro que o próprio Frankenstein considera uma aberração, ganha consciência, vontade, desejo, medo. Criador e criatura se enfrentam: são opostos e, de certa forma, iguais. Humanos! Eis a força descomunal de um grande texto.
Quando foi a última vez que você teve a chance de entrar em contato com a narrativa original desse que é um dos romances mais influentes dos últimos dois séculos? Que tal agora, na tradução de Márcia Xavier de Brito? Além disso, esta edição conta com quatro contos sobre a Imortalidade, em que Shelley continua a explorar os perigos e percalços daqueles que se arriscam à tentação de criar vida: “Valério: O Romano Reanimado”; “Roger Dodsworth: O Inglês Reanimado”; “Transformação”; e “O Imortal Mortal”, histórias pesquisadas e traduzidas por Carlos Primati, estudioso do gênero.
Frankenstein, ou o Prometeu Moderno é um dos primeiros lançamentos da coleção Medo Clássico — ao lado do volume de contos do mestre Edgar Allan Poe — no início de 2017. A qualidade do livro é impecável, para cientista maluco nenhum colocar defeito. Capa dura, novas traduções, ilustrações feitas por Pedro Franz, artista visual e autor de quadrinhos reconhecido internacionalmente. O livro é impresso em duas cores: preto e sangue.
Reencontre Frankenstein de um jeito que só a primeira editora brasileira inteiramente dedicada ao terror e à fantasia poderia lançar. It’s alive!


 Ler um clássico hoje em dia pode ser tornar tarefa cansativa e uma experiência nada favorável para quem está acostumado a conhecer somente a história contada através das telas. As grandes produções hollywoodianas, onde representam a criação de uma criatura bizarra cercada de grandes mistérios e terror desprovida de sentimentos e inteligência.
Nunca tinha lido a obra de Mary Shelley e seu personagem Victor Frankenstein, mas cresci assistindo desde os filmes mais antigos até os mais modernos uma representação totalmente equivocada que li no livro, e na minha opinião muito mais substancial que qualquer filme já lançado.

O livro tem um início com a introdução a história da autora Mary Shelley feita por Márcia Xavier de Brito em outubro de 2016 (Darkside Books). E um prefacio a edição de 1818 de Marlow e introdução de 1831 de M.W.S., onde mostram a dificuldade de manter a integridade dessa grande obra clássica icônica que é a história de Victor Frankenstein, um homem ambicioso e egoísta que dá a vida a um ser condenado em uma época cheia de infortúnios e incertezas.


A história se inicia em Genebra contando sobre a família de Victor e suas perdas, e sua grande ambição pela ciência. Victor passa a se isolar das pessoas e se dedicar unicamente a sua pesquisa em seu laboratório estudando sobre necrose e a capacidade de regenerar um corpo inanimado. A cada dia ele parece mais obstinado a dar a vida a sua grande criação, mas quando isso enfim acontece, ele se depara com horror ao ver o ser que ele criou, uma criatura bizarra suplicando entendimento sobre a sua nova vida.



Transtornado ele sai do laboratório e deixa a própria sorte a criatura, no entanto ele cai em uma grande depressão com terríveis pesadelos e foi cuidado por seu amigo Clerval. Anos se passam, mas ele continua assombrado com aquele fatídico dia que se deparou com sua monstruosa obra. Mas com tantos anos se dar notícias a família ele retornar em circunstâncias de uma grande perda familiar, e mais uma vez se depara com a criatura a quem deu a vida, e desconfia que a grande tragédia que abateu sua família, tenha ligação com esse ser.


O monstro está longe de ser uma criatura desprovida de inteligência, nesses anos em que ele sobreviveu a todas as dificuldades, ele encontrou uma família em exílio e tentou aprender com eles a como se comunicar, porém tudo isso mantendo uma grande distância, sua aparecia era motivo de grande terror, e as poucas pessoas que ele tivera contato teve uma reação negativa e de defesa contra ele. Portanto ele passou anos sozinho, sobrevivendo ao frio, fome e amaldiçoando o dia que seu criador lhe deu a vida. Ele se questionava do porquê que seu criador o colocou no mundo e jurou se vingar, quando enfim eles se reencontram e a criatura tem a oportunidade de contar sua história.
Ler esse livro não foi uma tarefa fácil, quanto mais resenhá-lo, um livro que faz referência a literatura gótica com destaque em monstros e terror. Mary Shelly uma mulher que viveu grandes perdas em sua vida, e que criou uma história com um personagem que fica obstinado em recriar um ser e a imortalidade.


Logo percebi quem era o monstro nessa história, a quem passei a odiar é Victor Frankenstein que mostra seu lado arrogante, egoísta e inconsequente quando dá a vida a um ser, sujeito a ser um pária para o resto da vida. Nesse livro o monstro é autodidata, reconhecendo aos poucos os sentimentos através das poucas pessoas que conseguiu conviver e lidando com todo o tipo de rejeição. Victor o personagem principal mostra sua prepotência, e causa grande dor a sua família.



Fiquei surpresa com a história criada por Mary Shelley, e achei muito mais coerente de tudo que já tinha visto nas adaptações cinematográficas, primeiramente definindo o monstro erroneamente com o nome de Frankenstein, quando na verdade é o nome do seu criador. Um ser desprovido de qualquer interação lógica para com os humanos e com o comportamento bizarro. Ao final da história existem três contos sobre a imortalidade que são muito interessantes. A leitura se torna fácil com as explicações no rodapé, que são as referências citadas no decorrer do livro.
A edição de luxo da Darkside Books, mais uma vez surpreende pelo seu impecável trabalho de diagramação e ilustração, um livro que se destaca e que imortaliza a grande história desse Monstro.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥