Resenha "A rainha das trevas"




Classificação

Título: "A Rainha das trevas"
Trilogia das Joias Negras livro 3
Autores: Anne Bishop
Editora: Saída de Emergência Brasil
Gênero: Literatura Estrangeira/Fantasia Sombria
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Arqueiro.

Incapazes de atingir Jaenelle, a jovem Rainha, os membros corruptos dos Sangue fazem um jogo perverso de diplomacia e mentira, procurando destruir aqueles que sempre deram tudo por ela. E revertem as culpas para o seu tutor, Saetan, que passa a ser visto como a maior das ameaças ao poder instituído. Com Jaenelle como Rainha, a chacina do povo e a profanação das terras irá terminar. Porém, onde se fechou uma porta poderá abrir-se uma janela E mesmo que Jaenelle possa contar com os seus aliados, talvez não seja suficiente: só um terrível sacrifício poderá salvar o coração de Kaeleer

Olá amigos, tudo bem?!

Enfim terminou a espera pelo lançamento do Rainha das trevas o terceiro livro da trilogia das Joias Negras, uma história eletrizante e um universo surreal. Para quem não leu as primeiras resenhas é só clicar nos títulos: A filha do sangue e A herdeira das sombras.



O terceiro e último livro da Trilogia das Joias negras, é um pouco menor em relação aos dois primeiros livros, mas não deixa de ser tão emocionante quanto eles. É realmente espetacular o terceiro livro, quem leu os dois primeiros livros, assim como eu provavelmente, já abriu o livro e começou a devorar a história, só para chegar no esperado reencontro de Daemon com Lucivar, e sua amada Jaenelle.


O livro começa já nas intrigas e jogos de Dorothea e Hekatah, e suas ações que vão desencadear diversos conflitos ao logo de toda a história, enquanto Daemon se empenha na procura de seus parentes, rumo a Kaeleer.



Há muita personalidade no enredo, e em cada personagem, e o leitor pode se divertir na interação entre eles, e a medida que vão se misturando personagens novos e antigos, o leitor entra cada vez mais dentro da história, não querendo abandonar a leitura, sempre na sede de querer saber mais.

Jaenelle evolui de forma impressionante ao longo da trilogia, de uma criança frágil inocente para uma grande mulher com um poder jamais visto, e quando se junta a Daemon num casal formidável, nenhum sangue estava destinado a deter tanto poder...

Anne Bishop soube criar conflitos que leva o clímax e o nervosismo de quem lê o livro ao máximo, com cenas dignas de um filme.


Não há muito o que dizer sobre o livro, em uma história repleta de mistério e acontecimentos na maioria emocionantes, portanto recomendo que você leia a trilogia.

Então se você ainda não leu a R ainha das Trevas, ou nenhum livro da trilogia, vale a pena colocar na sua wislist (lista de desejados), tudo vale a pena, uma história simplesmente fascinante como essa, e um universo e crenças criado praticamente do zero, deixa sua criatividade fluir mente afora nos Reinos de Anne Bishop.



O final arrebatador me deixou surpreendida, com aquela sensação de uma leitura perfeita e bem aproveitada.
O trabalho da editora com as capas e tradução é um ponto a favor, que enriquece ainda mais essa coleção.


O gênero Dark Fantasy (Fantasia Sombria) reúne elementos mais densos e assustadora na leitura, unindo terror sobrenatural criando universos incrivelmente criativos.
É o tipo de leitura mais madura, para quem gosta de sobrenatural e universos paralelos, e nessa trilogia ele tem todos os elementos que define esse subgênero da fantasia.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥