Resenha "Cartas para um pai"




Classificação

Título: "Cartas para um pai"
Autores: Janaina Rico
Editora: Qualis
Gênero: Literatura nacional/ Romance
Livro enviado para resenha em parceria Ed.Qualis.

Juliana achou que suas férias em João Pessoa renderiam apenas fotos e boas lembranças, mas não foi assim que as coisas se desenrolaram.
Uma gravidez inesperada alterou toda a sua vida e, para se comunicar com o pai do bebê, as cartas foram a melhor escolha.
Um livro emocionante e envolvente, sobre amores e a formação de uma nova vida.

Oi amigos, tudo bem!

Julia estava no último ano de faculdade, mas resolve fazer uma viagem de férias em João Pessoa, tudo planejado antecipadamente para nada dar errado. No entanto logo nos primeiros dias de liberdade ela conhece um rapaz chamado Anderson, que logo cria uma afinidade e uma atração irresistível.


Passaram as férias em absoluta lua de mel, momentos tórridos de amor, tesão e uma aventura amorosa que não fazia parte de seus planos, e chegando ao fim dos trinta dias ela teria que voltar para Brasília onde sua rotina a aguardava, na despedida prometeram manter contato usando e-mails e mensagens.


Alguns dias se passam e o inesperado acontece, Juliana está grávida, atordoada inicialmente ela começa a fazer planos de como lidar com essa nova situação, como contar aos pais e assumir a criança de forma independente. Ela manda uma carta para Anderson para contar a novidade e à primeira vista ele não lida muito bem com a revelação, mesma ela informando que não queria que ele participasse da criação.


E assim ela passa a descrever através de cartas o desenvolvimento da sua gravidez, ora ela demonstra sentimentos conflitantes com relação a assumir a maternidade sozinha, sem interferir na vida de Anderson, percebe o quanto ela ainda não está preparada para o que está por vir. Até mesmo chamar o filho de alien, algo que me incomodou durante a leitura, isso demonstra a falta de maturidade na personagem.


Algumas passagens do livro chegam a ser engraçado, pelo fato de ser uma situação bem inesperada, digo isso por que engravidei na adolescência e sei o misto de emoções que afloram nesse período, incertezas e até mesmo o julgamento de outras pessoas.


O livro é curto e intercala com as cartas que ela envia para o pai de seu filho, expondo as situações que ela passa quase como um desabafo, gostei da narrativa da autora apesar de não ter criado nenhuma afinidade com a personagem. Mas é um livro que tem uma boa narrativa, destaca o empoderamento da mulher perante a criação do filho sozinha.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥