Resenha "A Pecadora"




Classificação

Informações do livro
Titulo: A Pecadora
Autor/a: Nana Pauvolih
Editora: Selo Essência
Gênero: Literatura nacional/ romance erótico
Livro enviado para resenha em parceria Editora Planeta Brasil.

Todos nós éramos pecadores. Somente uma coisa diferenciava um pecador: as escolhas. Saber o certo e escolher seguir pelo caminho errado em vez de fazer o que era correto. Fechei os olhos. Apesar de tudo que tinha feito naquela noite, não me arrependi. Era pecado, era perdição, mas também era mais do que eu já tinha sonhado em ter. ––– Entre a rígida criação religiosa e o desejo que sempre a consumiu, Isabel precisa se encontrar. Casada há quatro anos com Isaque, seu namorado de adolescência, a jovem sabe que a relação está longe de ser satisfatória. Mas é só quando Isaque fica amigo de Enrico, um publicitário solteiro e bem-sucedido, que a situação começa a ficar insustentável. Agnóstico, sem amarras e cheio de mulheres, Enrico é tudo o que Isabel acredita rejeitar, mas ela não consegue deixar de se sentir interessada pelas histórias que o marido conta dele. Para piorar, ela consegue um emprego na agência dele, e agora terá de passar os dias ao lado do homem que traz à tona seus sentimentos mais proibidos. Neste novo romance, Nana Pauvolih, uma das maiores autoras de romances eróticos do país, mostra que o certo nem sempre precisa ser aquilo que é imposto, e sim aquilo em que se acredita.





Oi amigos, tudo bem!?


Isabel mora com seus pais e suas duas irmãs mais velha, tudo seria tranquilo se não fosse o fanatismo de seus pais pela religião, que teve a capacidade de criar sua própria igreja por que as outras eram muito liberais, e iam contra os seus princípios como devoto e temente a Deus. Sua irmã mais velha Ruth já era casada com filhos e tinha uma vida bem sem sal, seu jeito todo certinho e devotada a tornava chata e invejosa.

Rebecca a irmã do meio era a única que não aceitava o fanatismo do pai, quando ela conta para Isabel que está grávida ela sabe que terá que se virar sozinha, seu pai jamais aceitaria tamanho desgosto na família e uma gravidez fora do casamento.

E por conta desse cenário Isabel casa-se precocemente com Isaque, um rapaz insosso e devotado, que foi a forma que seu pai teve para prende-la aos seus preceitos e manter a famílias as rédeas da sua doutrina. Depois de um tempo Isabel percebeu que sua vida estava fadada ao fracasso, mas isso muda quando ela conhece Enrico. Enrico é um rapaz totalmente diferente de Isaque que era seu colega de futebol, não destoava somente pelo seu físico e beleza, ele era um homem de bom caráter e inteligente.

A aproximação com o Enrico foi inevitável, trabalhando juntos e convivendo com uma atenção totalmente diferente, Isabel pega-se criando um perfil chamado A pecadora e passa a trocar mensagens com Enrico, e tudo vem à tona, um conflito de sentimentos ressentidos, um desejo incontrolável que foi oprimido pela sua educação religiosa.


É nesse cenário que Nana nos transporta para uma história cheia de descobertas, sensualidade e uma quebra de barreiras imposta por sua família. Ela cria personagens criveis, cada um com a sua personalidade presente que deixa o livro ainda mais real. É impossível não criar empatia com Isabel e sentir toda a emoção que ela tem retida dentro de si. Rebecca é outra personagem incompreendida que não tem apoio da família.


Uma série de reviravoltas acontecerá no livro e faz nascer uma nova pessoa, uma nova Isabel que não terá mais seus sentimentos repreendidos, ela quer amar e ser amada e ser capaz de fazer suas próprias escolhas, sair de um casamento infeliz e imposto pelo pai. A mudança dela é notável, torci para que ela conseguisse se tornar aquilo que ela sempre almejou. Enrico é um personagem admirável, respeita Isabel apesar de todos os acontecimentos e com certeza é um casal que tem afinidade.


A narrativa de Nana é uma delícia, conhecemos o ponto de vista de ambos os personagens, o que dá uma dimensão mais aprofundada da história, tornando uma leitura rápida e prazerosa. Nesse livro ela toca em um assunto muito problemático que envolve religião, no entanto em nenhum momento ela foi desrespeitosa tratando o assunto com propriedades.

O livro num todo foi satisfatório, gradual, e muito bem desenvolvido, uma leitura que superou minhas expectativas, se tratando do gênero erótico que está a muito tempo similar, ela foge do clichê e transforma essa história em força e determinação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥