Resenha "Pegando Fogo"




Classificação

Informações do livro
Titulo: Pegando Fogo
Autor/a: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Internacional/ Romance hot
Livro enviado para resenha em parceria Editora Arqueiro.

Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela.
Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão.
Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir.
Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.


Oi amigos, tudo bem!?

Eu li a saga Rosemary Beach odiando a personagem Nan Dillon, em todos os livros a sua presença era sempre para atazanar tudo e a todos, portanto foi a personagem que menos gostei. Enfim chegou a vez de contar sua história e saber o motivo de ser uma pessoa tão intragável e destrutível, no entanto Nan não conseguiu me convencer nessa história. Mas como dizem por aí, segue o baile!

Nan passa a vida a afastar as pessoas ao redor com seu jeito egoísta e temperamental, até Rush seu irmão percebe que seu jeito de ser é um problema quando ela passa a odiar deliberadamente Blair sua esposa. Seu medo de perder a única pessoa que está ao seu lado é nítido, mas isso não impediu de marcar presença de forma ruim na vida das pessoas que viviam em Rosemary Beach, até mesmo seus meios irmãos Mase e Harlow.


Major Colt primo de Mase é um cara lindo, charmoso, porém encrenqueiro, quem leu os livros anteriores vai entender o porquê. Major convida Nan para sair, um desafio grande para um cara sedutor que não quer compromisso sério e uma pessoa temperamental que exige atenção 24hs por dia. Logo ela perde interesse por Major e os perdidos que ele sempre da e vai para Las Vegas. E assim encontra um cara enigmático e perigoso e muito sedutor chamado Gannon.


Gannon é tudo que Nan não teve até hoje, atencioso, sensual e voraz na cama de um jeito enlouquecedor. Seus dias foram intensos e carregados de emoção, o mistério que ronda esse homem é o que mais instiga a personalidade desvairada de Nan, o homem perfeito para de vez mantê-la bem ocupada. Major logo percebe seu erro e passa a correr atrás de Nan, e percebe que ela está fria e indiferente, esse novo cara entrou na jogada para ganhar.



Parece ser um cenário bem clichê, um triangulo amoroso e nada mais. No entanto Abbi Glines insere um pano de fundo cheio de mistério, ação e perigo. Um perigo que cerca Nan e os dois homens que fizeram a sua cabeça. Existe um mistério que ronda esses dois homens que estão interessados demais na bad girl de Rosemary Beach, que é melhor vocês lerem e tirar suas próprias conclusões.


Ao longo do livro temos uma visão da personagem Nan que não foi aprofundado nos outros livros, apesar de ser toda arrogante ela passava a maior parte do tempo em sua casa sozinha remoendo a sua vida. A única pessoa que parece amá-la inocentemente é seu sobrinho Nate, que ainda pequeno não sabe que sua tia foi capaz de fazer a todos ao seu redor.


Eu li esse livro sem esperar que a mudança de Nan fosse mudar sobre o que eu pensava sobre a personagem, eu continuo achando ela chata e egoísta. No decorrer dessa leitura eu achei que até a página 160 a autora enrolou demais para desenvolver a história, e nos 45 minutos do segundo tempo ela insere um plot twist que enfim deixou a história interessante.


No entanto destaco a narrativa viciante de Abbi, é o que deixa todos os livros dela impossível para de ler, é um romance com drama e erotismo que não mede palavras e personagens errantes e sofridos que amadurecem e ganham destaque. No dia em que pude conhecer a autora fiz uma pergunta que sempre tive curiosidade de saber, como ela escrevia as cenas mais quente da história.... Ela respondeu: Não tem nada que eu tenha escrito, que eu não tenha feito... (pausa para gargalhadas e cara pegando fogo, trocadilho com o título do livro).


Enfim, nesse último livro temos um “desfecho”, razoavelmente bom, eu sempre imaginei que Nan merecia queimar no inferno por tudo que ela fez, mas pensando com meu lado anjinho, todo mundo merece uma segunda chance. E esse é um lado que Abbi trabalha muito bem em seus livros e já comentei em uma resenha sobre como ela lida com amizade e família que é algo crível e sensível de se ler, um ponto mais que positivo para quem quer começar a ler a Saga Rosemary Beach.




Obs. Pplot twist: Plot (enredo) (reviravolta no enredo) é uma mudança radical na direção esperada ou prevista da narrativa de um romance, filme, séries de televisão, quadrinho, jogo eletrônico ou outra obra narrativa.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá amigos obrigada pela visita!
Livros, a Janela da Imaginação!


Livros, a janela da imaginação - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥